sexta, 27 de novembro de 2020

Maricá começa a conferir informações de inscritos em programa de auxílio

As visitas vão acontecer ao longo dos próximos dias. Foto: Divulgação/Ascom Maricá

Uma equipe da prefeitura de Maricá iniciou nesta semana uma série de diligências para confirmar as informações prestadas por quem solicitou o auxílio do Programa de Amparo ao Trabalhador (PAT). As visitas vão acontecer ao longo dos próximos dias em locais de toda a cidade escolhidos por amostragem, sempre entre 9h e 17h, onde o grupo faz uma conferência da documentação e principalmente do endereço do beneficiado e da quantidade de moradores que cadastrou em sua inscrição.

O PAT foi criado pela prefeitura para auxiliar financeiramente os trabalhadores informais, autônomos e profissionais liberais do município a durante a pandemia de Covid-19, com um salário mínimo (R$ 1.045 convertidos em Mumbucas) durante três meses, prorrogáveis por mais três.

Nesta quinta-feira (16), o grupo esteve no Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, conferindo os endereços dos cadastrados no programa. Cátia Maria Tavares da Silva, de 54 anos, se inscreveu no PAT. “Com a ordem de fechar o comércio, ficamos sem renda porque nossa barbearia está fechada. Será uma ajuda excelente, principalmente na questão alimentar, vai ajudar a segurar bastante”, garantiu ela, que cuida da mãe de 89 anos e do filho que cursa Engenharia através do programa Passaporte Universitário.

A coordenadora da série de diligências, Daiana Cardoso, disse que a apuração das informações constatou uma série de endereços duplicados e rendas familiares acima do teto estipulado de até cinco salários mínimos, mas garantiu que não é a intenção excluir ninguém do processo de concessão.

 “O que estamos fazendo é apurar as informações que recebemos e para isso é importante que, na hora da visita, quem solicitou tenha em mãos os documentos condizentes com o que foi apresentado no cadastro”, explica Daiana, antecipando que os pedidos inicialmente indeferidos poderão ser refeitos na próxima etapa do processo.

“Ao final dessa primeira análise, esses pedidos não aprovados vão receber um e-mail com as pendências encontradas para renovar seus cadastros e, assim, terão uma nova chance de deferimento”, revelou.

Publicada às 00h41

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *