segunda, 19 de outubro de 2020

Maricá vai ganhar show das águas

Águas do chafariz vão se mover de acordo com uma trilha musical e luzes coloridas. Foto: Divulgação

Uma das surpresas da nova área de lazer do Parque Nanci, cujas obras estão avançadas, começou a ser preparada pela equipe da Prefeitura de Maricá que atua no local. As primeiras peças metálicas do tipo ‘estaca-prancha’ – semelhantes às que compõem o calçadão da nova orla de Itaipuaçu – começaram a ser instaladas nesta quinta-feira (12) no espaço onde vai ficar o chafariz, chamado de ‘fonte interativa’, cujas águas vão se mover de acordo com uma trilha musical e luzes coloridas, mas onde moradores e visitantes também poderão se banhar.

De acordo com a autarquia de Serviços de Obras de Maricá (Somar), a água utilizada na fonte será constantemente filtrada para não acumular sujeira. O chafariz está sendo montado na parte mais próxima à Avenida dos Pombos, mas na área com um total de 30 mil metros quadrados também está sendo preparada uma pista de atletismo com quatro raias, mais perto da lagoa.

“Estamos projetando também uma ligação com a orla de Itapeba, conhecida como ‘João Português’. Nossa meta é entregar esta obra entre o fim de abril e o início de maio”, disse o arquiteto Flávio Nobre, responsável pelo projeto.

Além desses dois itens, a praça terá ainda quadra poliesportiva, rampa de acesso para jet-skis, quadras de vôlei de areia, campo de futebol e horta comunitária, além de aparelhos de ginástica e brinquedos para crianças. A área também vai receber tratamento paisagístico e iluminação especial. A expectativa pelo novo espaço deixa os moradores ansiosos.

“Não vejo a hora de inaugurar logo. Venho sempre aqui para ver, sou uma espécie de fiscal”, brinca a professora Thais Garcia, de 40 anos, que se mudou do bairro do Salgueiro, em São Gonçalo, para o Parque Nanci há cerca de dois anos. “Vim para cá buscando sossego mas também o progresso que não via lá. Aqui está bem nos meus olhos e será nosso lazer em breve”, projeta ela, que é mãe de uma menina de 7 anos.

Também vindo de outra cidade, o serralheiro Adiláo da Silva Bernardo mostrava a obra ao pequeno Caio, de apenas 4 anos, que já pensa em como vai curtir o espaço. “Vou passear com meus cachorrinhos aqui”, contou o menino, enquanto o pai revela que quase se mudou do bairro há pouco tempo. “Moro na Rua 15 e cheguei a colocar minha casa à venda, mas desisti quando as ruas começaram a melhorar. Agora que vai sair essa praça então é que não saio mesmo”, afirmou o mineiro de 41 anos, que há cerca de 15 foi direto para o Parque Nanci.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *