sábado, 26 de setembro de 2020

Marinha emite alerta para formação de ciclone na costa brasileira

Previsão de ondas de até 4 metros nas praias. Foto: Arquivo
Previsão de ondas de até 4 metros nas praias. Foto: Arquivo

A Marinha do Brasil emitiu alerta para a possibilidade de formação de um ciclone com características subtropicais na costa brasileira, a partir desta quinta-feira (23).

Para a análise, a instituição contou com auxílio do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE) e do Centro Integrado de Meteorologia Aeronáutica da Força Aérea Brasileira (CIMAER/FAB).

Segundo nota do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), a formação do ciclone está associada ao estabelecimento de uma zona de convergência sobre uma região em que a temperatura da superfície do mar está entre 26ºC e 27ºC. Caso a intensidade dos ventos alcance ou supere 63 km/h, o fenômeno será reclassificado como tempestade subtropical “Kurumí”, expressão em tupi-guarani que significa “menino”.

A provável área de formação do ciclone subtropical será em alto-mar, entre o norte do estado do Rio de Janeiro e o sul do estado do Espírito Santo. A previsão é de deslocamento inicial para Sul, podendo também afetar as condições de tempo e mar entre os estados de Santa Catarina e Bahia, a partir de quinta-feira pela manhã. São esperados ventos com direção de Nordeste a Norte e intensidade até 87 km/h em alto-mar. Entre o estado do Rio de Janeiro e Bahia, com possibilidade de início nessa quinta, pela manhã, até o sábado (25).

Ressaca

Ainda segundo a Marinha, os ventos poderão provocar agitação marítima, resultando em ondas de direção de Sudeste a Leste e altura variando em 3 e 4 metros no alto-mar, entre o estado de Santa Catarina, ao norte de Laguna e o estado do Rio de Janeiro, ao norte de Arraial do Cabo. Também é esperada a agitação marítima resultando em ondas de direção de Nordeste a Norte e altura entre 3 e 4 metros em alto-mar, entre o estado do Rio de Janeiro, ao norte de Arraial do Cabo e o estado da Bahia, ao sul de Caravelas.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *