segunda, 30 de novembro de 2020

Moradores de Maricá dão a volta por cima na pandemia

Moradoras de Inoã, as amigas Elizabeth Bezerril, de 51 anos, e Juliana Eboli, de 45,
Moradoras de Inoã vendem pães pelas ruas de Maricá. Foto: Ibici Silva

Diante da pandemia do novo coronavírus, muita gente já perdeu emprego ou não pode exercer a função por conta das restrições impostas pelo isolamento social. Para manter as contas em dia já tem quem se reinvente, como é o caso de moradores de Maricá, que encontraram na venda de máscaras e de pães formas de sustento. 

Moradoras de Inoã, as amigas Elizabeth Bezerril, de 51 anos, e Juliana Eboli, de 45, encontraram na necessidade de compra da população e nas restrições de distanciamento a oportunidade para vender pães. 

“Já era um projeto antigo, mas faltava tempo devido ao trabalho fixo. A carência de comércio e a necessidade das pessoas permanecerem em casa funciona com uma prestação de serviço nesse momento de isolamento social”, comenta Elizabeth.

Amigas realizam diariamente a venda de pães. Foto: Ibici Silva

A empreendedora já fala até em expansão da atividade.

“Observamos que muitos idosos têm filhos que moram distantes. Estamos pensando em expandir a atividade para depois da pandemia”, explicou a empreendedora. 

A qualidade dos produtos também foi uma preocupação das amigas. De acordo com a agente de viagens Juliana, que está sem trabalhar na área, verificar a qualidade do produto a ser oferecido foi uma preocupação das amigas.  Além dos pães elas ainda realizam venda de salgados e frios.

“Procuramos os fornecedores, experimentamos os produtos para poder oferecer aos nossos clientes. Os produtos foram escolhidos a partir da qualidade”, contou. 

venda de máscara
Agente de viagens encontrou a venda de máscaras como fonte de renda. Foto: Ibici Silva

Já o agente de viagens, Alexandre Dias, de 48 anos optou pela venda de máscaras, ao invés de pacotes de viagens. Diante da necessidade do uso de máscaras para combater a proliferação do novo coronavírus, Alexandre viu na oportunidade a chance de ganhar dinheiro. 

“Um amigo que também é agente de turismo ficou desempregado e estava vendendo máscaras no Rio, nos passou o contato do fornecedor e surgiu a ideia da venda, que seria um produto em alta no mercado. Vimos uma oportunidade de conseguir alguma renda temporária e está dando certo”, revelou. 

Serviço

Os empreendedores disponibilizam seus respectivos contatos para quem estiver interessado nos produtos e colaborar com os comerciantes neste momento de pandemia.

Elizabeth: (21) 96436-5220

Juliana: (21) 99979-9368

Alexandre: (21) 97234-9802

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *