Mancha de sangue encontrada perto de cama de cachorro, em São Francisco. Foto: Reprodução Redes Sociais

Possíveis ataques de morcegos a animais de estimação em São Francisco, na Zona Sul de Niterói, têm preocupado moradores da região. De acordo com eles, veterinários já teriam confirmado casos envolvendo mordidas de morcegos hematófagos em cachorros do bairro.

Segundo uma moradora da Rua Leila Diniz, o cachorro dela tem sofrido ataques todas as noites.

“Achamos sangue na garagem e na cama dele, além de um pequeno ferimento na pata que não teria tanto sangue como encontramos. Estamos desconfiados que sejam mordidas de morcego”, contou.

Uma segunda moradora relatou que o cachorro da avó, que possui casa na Rua Tocantins, precisou ser sacrificado após diversos ataques.

“Eles dormiam dentro da casa do cachorro e o mordiam, até que ele chegou a ter hemorragia e por conta disso teve que ser sacrificado”, lamentou.

Moradores da Rua Mario Joaquim Santana também relataram a presença de morcego-vampiro na região, assim como ataques a animais de estimação.

Procurada, a Prefeitura de Niterói informou que a Fundação Municipal de Saúde e o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vai enviar uma equipe no local nesta sexta-feira (8), para avaliar tecnicamente o ambiente e fazer uma orientação aos moradores da região.

“O CCZ orienta os moradores a vacinarem seus cães e gatos contra a raiva anualmente, lembrando que essa vacinação é disponibilizada de segunda a sexta-feira, em horário comercial, no Campo de São Bento e no Horto do Barreto”, informou em nota.

A Prefeitura destacou, ainda, que “a raiva é uma doença que está controlada desde 1980 em Niterói, porém ainda podem ocorrer casos em animais silvestres, como ocorre em todo o Brasil”.

A orientação dada pelo CCZ é que os moradores não peguem nenhum morcego morto ou deixem que cães ou gatos tenham contato com o animal. O telefone para contato no caso de algum morcego morto é: 2625-8441.

Niterói registra caso de morcego com vírus da raiva

Um morcego diagnosticado com o vírus da raiva, foi encontrado no Horto Botânico de Niterói, no Fonseca. Do gênero Artibeus, o animal foi resgatado com vida, no dia 27 de setembro, e encaminhado para o laboratório de Virologia da Pesagro-Rio.

De acordo com a responsável pelo laudo, a médica-veterinária Leda Kimura, a espécie encontrada é frugívora, ou seja, consome principalmente frutos, folhas e partes florais. Além do morcego infectado, um outro do mesmo gênero foi encontrado morto no local, mas sem sinais do vírus.

“Recebemos dois morcegos no laboratório, um morto e um vivo. Foram realizados exames nos dois e apenas o que estava vivo apresentou o vírus da raiva. O que é importante evidenciar é que não eram animais hematófagos, ou seja, que se alimentam de sangue. Mas é importante conscientizar para a intensificação da vacinação em todo o município”, detalhou a pesquisadora.

A informação foi divulgada pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado (CRMV), que informou ainda que Niterói registrou o vírus em três outros morcegos da mesma espécie, em 2018, no bairro de São Francisco.

“O fator que preocupa é a grande presença de animais não domiciliados no Horto, geralmente cães, gatos e micos. Por também procurarem abrigo em árvores, assim como os morcegos Artibeus, podem ser contaminados”, explicou a veterinária.

Comentários sobre “Moradores relatam ataques de morcegos em Niterói

  1. No Campo de São Bento, não tem a vacina e não há previsão de chegar (conforme cartaz afixado no local, visto hoje às 11.45 h).

  2. Onde moro tem muito morcego, que passam entre um prédio e outro, ns Av. Quintino Bocaiuva, 233 – 2 andar. Porque atrás do meu prédio tem uma casa e ela tem uma senhora ÁRVORE, que deve ser onde eles ficam. E passam todos os dias à noite por minha janela, tenho que fechar as janelas do apto. Fica perto do restaurante Chinez na prais de São Francisco e o meu prédio fica em cima do banco Itaú. O que podem fazer por mim

  3. Elizabeth de Campos, onde moro, Apolo, em SG, não tem morcegos, porque não tem frutas. Os moradores comem todas. Além do que, os cachorros são desnutridos. Posso trocar de apartamento com você. Se bem que… O meu é um sobrado, mas eu troco mesmo assim, sem nem te pedir o equivalente em dinheiro. Beijos, querida!!!

  4. Realmente estiverem na rua Leila Diniz na sexta-feira pó falta do nome da proprietária e o número da casa não foi possível fazer a vistoria na residência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *