sábado, 23 de janeiro de 2021

Moradores temem tragédia na Zona Norte de Niterói

Segundo moradores, sempre que chove o asfalto cede um pouco mais. Foto: via Grupo Plantão Enfoco

Moradores do Morro do Céu, no bairro Caramujo, Zona Norte de Niterói, denunciam que sofrem há mais de quatro anos com um deslizamento na Rua Arthur Pereira Mota. De acordo com os relatos, “o asfalto está cedendo cada vez mais”.

A arrematadeira Karine da Silva, de 26 anos, mora no local há quase cinco anos e teme pelo pior.

“Eu passo de ônibus morrendo de medo todos os dias. Na última chuva caiu mais barranco, embaixo já não tem mais nada para segurar o asfalto. Se não fizerem algo logo, vai acontecer uma tragédia”, desabafou Karine.

Os moradores mais antigos relatam que nunca viram uma obra acontecer na via e que o medo dos acidentes já se tornou algo normal.

A operadora de equipamentos Ana Paula Moura, de 22 anos, conta que “o buraco fica muito próximo de uma curva, o que torna a situação mais perigosa, principalmente, para quem não conhece a região”.

Em um vídeo enviado por Karine é possível ver o momento em que uma moto é retirada do barranco após ter derrapado no local. As imagens foram gravadas em julho, mas a moradora não soube informar se teve feridos.

Acidente de moto que aconteceu em julho no local. Vídeo: via Grupo Plantão Enfoco

Procurada, a Prefeitura de Niterói informou que a Empresa Municipal de Moradia Urbanização e Saneamento (Emusa) está aguardando o laudo de avaliação de risco da Defesa Civil, que será concluído nos próximos dias, para análise junto à Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão de realização de obra no local.   

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *