terça, 24 de novembro de 2020

Motoristas enfrentam longa fila no Detran de Neves

Motoristas precisaram de paciência nesta sexta. Foto: Marcelo Tavares

Motoristas de diversos pontos da Região Metropolitana enfrentam uma longa espera, na manhã desta sexta-feira (9), na unidade do Departamento de Trânsito (Detran) localizada no bairro Neves, em São Gonçalo.

De acordo com os motoristas, a fila teve início por volta das 5h e os agendamentos tiveram que ser realizados há cerca de três meses em razão da alta procura pelo serviço de licenciamento anual – obrigatoriedade veicular anual.

“Rapaz, tem que vir pra cá com bastante paciência. O serviço tem que ser realizado e, em razão da suspensão de atendimentos em outras unidades, o Detran de Neves acaba ficando sobrecarregado. Sabemos da dificuldade, mas acredito que não possa demorar tanto como está acontecendo hoje (9)”, disse o comerciante Caíque de Oliveira, de 47 anos.

Quem também foi ‘prejudicado’ pela demora no atendimento foi o aposentado Vagner Teixeira, de 65 anos.

“Eu fico imaginando a sensação de quem tem que trabalhar, resolver problemas familiares e precisou vir pra cá pra realizar a vistoria anual. Eu, graças a Deus, já me aposentei e quando acabar aqui, eu vou pra casa. E eles? Praticamente, perderam o dia todo no Detran”, disse o aposentado.

Procurado, o Detran informou que o atendimento no posto de vistoria de Neves, que é agendado, começa às 9h. E justificou que a fila se deu porque os usuários chegaram com antecedência.

“Portanto, a fila no período da manhã ocorreu porque os usuários chegaram com muita antecedência à unidade. Além disso, muitas pessoas que tinham exigências a cumprir, retornaram nesta sexta-feira, tendo em vista o final de semana prolongado”, disse.

O órgão lembrou que os agendamentos são realizados, no máximo, para os cinco dias subsequentes, não havendo possibilidade de agendar o serviço com três meses de antecedência.

“Importante lembrar que, desde o início da pandemia, prazos foram suspensos ou adiados para que a população não fosse prejudicada com as medidas de segurança sanitária”, acrescentou.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *