quinta, 21 de janeiro de 2021

Multa de trânsito teria causado confusão no camelódromo

Confusão aconteceu na tarde desta quinta-feira (10). Foto: Marcelo Tavares

A confusão entre trabalhadores do camelódromo da rua Uruguaiana, no Centro do Rio de Janeiro, e guardas municipais, ocorrida na tarde desta quinta-feira (10), teria começado por conta de uma multa aplicada pelos agentes a um veículo de um trabalhador da área, de acordo com testemunhas.

Na ação, houve correria e confusão. Bombas de efeito moral foram lançadas por agentes da guarda para dispersar a multidão. Duas pessoas acabaram presas, além de feridos.

Segundo informações de trabalhadores do local, guardas que faziam patrulhamento na área para impedir que carros parassem em locais proibidos teriam multado o veículo de um homem que trabalha em um dos boxes.

Testemunhas contaram que o guarda teria se alterado com o trabalhador e outras pessoas se aproximaram para tentar ajudar o homem durante a negociação.

“Eles [guardas] são truculentos. O cara que trabalha aqui nos boxes parou ali para descarregar e já veio um deles avisando que não poderia. Aí ele se alterou e outros colegas foram lá pra ver o que estava acontecendo. A confusão começou a partir daí”, contou um trabalhador.

A situação se agravou e bombas de efeito moral foram lançadas para dispersar a multidão. Dentro de uma das galerias, comerciantes se esconderam para tentar se proteger da fumaça e dos estilhaços de vidros, quebrados por conta do impacto dos artefatos. Viaturas da GM chegaram ao local e também foram atacadas.

“Foi uma loucura. Corri e me escondi dentro da minha loja. A fumaça cobriu aqui e quase não dava para respirar. A vidraça daqui da frente estourou e foi vidro pra tudo que era lado. Três colegas do outro boxe se feriram também”, relatou outra testemunha.

Viaturas e guardas do setor do GTM e do GOE fazem a segurança nas ruas dos Andradas e Uruguaiana. Foto: Marcelo Tavares

Na manhã desta sexta-feira (11), viaturas e guardas do setor do Grupamento Tático Móvel (GTM) e de Operações Especiais (GOE) faziam a segurança nas ruas dos Andradas e Uruguaiana, vias do entorno do conjunto de lojas.

Em nota, a Guarda Municipal informou que agentes atuavam no ordenamento urbano da rua Uruguaiana desde a manhã, quando, por volta de 17h, ambulantes irregulares iniciaram uma discussão e atiraram pedras contra um carro da instituição, danificando os vidros.

“Os agentes perseguiram os agressores e conseguiram deter dois homens, que foram conduzidos para a 4ª DP (Centro), onde a ocorrência foi registrada.”

A equipe precisou utilizar equipamentos de menor potencial ofensivo para dispersar o tumulto que se formou no local. Nenhum guarda municipal ficou ferido e a situação foi controlada”, finalizou em nota.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *