sábado, 05 de dezembro de 2020

Neltur quer patinetes elétricas em Niterói

Neltur estuda como estender área dos patinetes elétricos no Rio de Janeiro para Niterói. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Um roteiro turístico que saia da Praça Mauá ou do Aterro do Flamengo, no Rio, atravesse a Baía de Guanabara pelas barcas e desemboque no Caminho Niemeyer e na orla de Boa Viagem —  tudo isso usando patinetes elétricas ou bicicletas alugadas no Rio de Janeiro.

Esse é o projeto de integração plena entre o setor turístico do Rio e Niterói se encontra na mesa do novo presidente da Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur), Paulo Roberto Novaes, pronto para ser apresentado à Prefeitura.

Pelo projeto, patinetes e bicicletas alugadas no Rio, após a travessia de barcas, poderiam ser utilizadas também em Niterói. Atualmente o município não conta com o serviço e os veículos alugados não são liberados para uso na cidade.

Desde abril no comando da Neltur, Novaes corre contra o tempo para levantar projetos para alavancar o setor turístico na cidade.

“Pesquisas mostraram que a maioria dos turistas de Niterói vem do Rio de Janeiro, então é importante investir na divulgação da cidade para esses grupos nos aeroportos e rodoviárias, além de estruturar a cidade para facilitar o deslocamento para nossos pontos turísticos”, afirmou.

Mobilidade urbana

O setor jurídico da Neltur, liderado pelo diretor e advogado Ricardo Vivacqua, está prospectando a possibilidade de estender a área de atendimento das patinetes elétricas e as bicicletas do Itaú em Niterói.

“A ideia é criar uma integração com a mobilidade urbana que já existe no Rio, o que poderia ser também de interesse do setor privado”, pontuou o diretor jurídico, que analisa se o projeto pode ser capitaneado pela Neltur.

“Hoje, o turista que vem de barca está restrito aos meios normais de transporte. Se pudermos liderar essa mudança na cidade, gostaríamos de liderar”, projetou Novaes.

A gestão acredita que os novos modais podem facilitar o acesso ao Caminho Niemeyer, o Mercado São Pedro, ao MAC e a Boa Viagem. Ademais, a Prefeitura prevê a revitalização dos 12 quilômetros entre a Ponta da Areia até a Praia de Charitas com instalação de mirantes, decks e paisagismo.

Está na pauta, ainda, a ativação de uma linha de ônibus turística, para atender também o complexo das fortificações militares em Jurujuba.

Ecoturismo

Em parceria com outras secretarias municipais, a Neltur está mapeando as trilhas ecológicas da cidade.

“Queremos criar um roteiro de ecoturismo, além de fazer melhorias na estrutura das trilhas, com instalação de placas indicativas e banheiros”, disse Novaes. A gestão anunciou também que tentará criar um Centro de Atendimento ao Turista (CAT) no Parque da Cidade.

Píer no Caminho Niemeyer

Neltur quer privilegiar visitas turísticas ao complexo arquitetônico da cidade. Foto: Ministério do Turismo/Divulgação

Um atracadouro para embarcações de médio e pequeno porte na altura do Teatro Popular Oscar Niemeyer foi um dos projetos desarquivados pela Neltur. O projeto requer investimento de R$ 4 milhões. Segundo o presidente da autarquia, a gestão está atuando em Brasília para garantir verba do Ministério do Turismo.

Carnaval

Niterói não tem interesse em disputar com o Rio de Janeiro os megablocos carnavalescos, informou o presidente. Embora o credenciamento dos blocos pela Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur) já tenha iniciado, o cronograma de credenciamento em Niterói ainda não foi divulgado.

“A cidade tem uma história que não podemos desarticular de uma hora para outra. Um novo modelo de Carnaval pode ser estudado, mas não para 2020”, complementa.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *