quinta, 03 de dezembro de 2020

Niterói confirma mais 58 casos da Covid-19 em apenas 24 horas

Até a noite desta quarta-feira (29) foram registrados em Niterói um total de 346 confirmações e 24 óbitos da doença. Foto: Pedro Conforte – Arquivo

Niterói teve 58 novos casos confirmados e duas novas mortes em decorrência da Covid-19 nas últimas 24 horas. Até a noite desta quarta-feira (29) foram registrados um total de 346 confirmações e 24 óbitos da doença, segundo revelou o prefeito Rodrigo Neves (PDT).

140 pacientes estão em isolamento domiciliar, sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde, enquanto 52 pacientes permanecessem hospitalizados. O número de pessoas recuperadas já chega a faixa de 130.

“É importante compreender que os casos confirmados do coronavírus vão começar a aumentar porque iniciamos o programa de testagem massiva em Niterói”, ressaltou Neves, durante transmissão ao vivo (live) nas redes sociais ainda nesta noite de quarta (29).

Testes

Ainda na live desta quarta (29), Neves também explicou que o município terá uma proporção de testes superior a cidades de países desenvolvidos. “Será em média um teste para cada 10 habitantes. Uma proporção muito diferente do Brasil”, assegura Rodrigo Neves. O trabalho seguirá experiências internacionais bem-sucedidas.

O protocolo de testagem foi feito pela Prefeitura de Niterói, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) e determina que o teste sorológico será feito a partir do oitavo dia dos sintomas identificados pela equipe de atenção básica, através do programa Médico de Família.

A intenção é conhecer o comportamento da doença e, dessa forma, estabelecer estratégias mais efetivas para qualificar o planejamento das ações em Niterói.

Centro de Referência

Mais cedo, a Prefeitura de Niterói inaugurou o primeiro centro de referência de quarentena do País. O Ciep Esther Botelho Orestes, no Cantagalo, já havia sido reformado pelo Município e foi adaptado para receber moradores de comunidades com sintomas leves que testarem positivo para Covid-19 e não tiverem condições de cumprir o isolamento social sem colocar em risco pessoas que moram na mesma casa.

A unidade possui 120 vagas e terá cerca de 80 profissionais das secretarias de Saúde e Assistência Social.

Segundo o prefeito Rodrigo Neves, essa medida está alinhada com outras ações feitas pela Prefeitura para deter o avanço da Covid-19 na cidade, como a sanitização das principais ruas e comunidades, entrega de 80 mil kits de limpeza e a realização de testes rápidos, adquiridos com recursos municipais, para identificar as pessoas com o novo coronavírus.

Publicado às 19h53

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *