sábado, 06 de março de 2021

Niterói consegue conter alta de casos do novo coronavírus

folha, lixo, praia, icaraí, niterói, pessoas, mascaradas, máscara, gari
Em meados deste mês, houve aumento de casos em Niterói e na Região Metropolitana. Foto Pedro Conforte / Arquivo

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), disse nesta segunda-feira (30) que a oscilação no indicador síntese de monitoramento da Covid-19 decresceu de 7.38 para 6.88 na cidade. O dado representa estabilização de casos da doença no município, quando comparado as primeiras três semanas de novembro.

O indicador síntese é composto de 12 critérios, como número de leitos disponíveis, casos confirmados e número de óbitos. Atualmente a taxa de ocupação de leitos nas redes pública e privada do município é de 50%, disse o governo.

“É uma ocupação que aumentou em relação ao que nós tinhamos nos meses de setembro e outubro. Entretanto, ainda é uma situação de controle dos leitos, porque temos ainda 50% de possibilidade de vagas de leito no setor público e setor privado de Niterói”, acrescentou Rodrigo Neves.

Em meados deste mês, houve aumento de casos em Niterói e na Região Metropolitana II, que foi classificada em bandeira vermelha pelo Governo do Estado, ou seja, de alto risco para o novo coronavírus.

Serviço de sanitização foi retomado nas ruas da cidade. Foto: Luciana Carneiro / Ascom Niterói

A região especificada abrange Itaboraí, Maricá, Niterói, Rio Bonito, São Gonçalo, Silva Jardim e Tanguá. Cerca de 12% dos moradores do estado residem nessas cidades, conforme aponta o Executivo.

“Na reunião de hoje [segunda] vimos que nessa última semana houve certa estabilização desses novos casos que vinham crescendo. Havíamos adotado várias medidas, há 15 dias: reforçando sanitização, entregando máscaras através do Médico de Família e Administrações Regionais; as medidas e reuniões com entidades empresariais, para que reforçassem junto aos associados os cumprimentos dos protocolos […]”

De acordo com Rodrigo Neves, Niterói tem hoje a epidemia sob controle. Mas ele explicou que a cidade não é uma ‘ilha’ no contexto de descontrole e agravamento, sobretudo por estar ao lado de cidades como Rio de Janeiro e São Gonçalo, que tiveram alta de casos recentemente.

“A situação do Rio é muito grave. Temos várias pessoas na cidade do Rio que não estão conseguindo se internar por falta de leitos para pacientes graves do coronavírus na rede SUS e em São Gonçalo também. Isso significa que Niterói não é uma ilha nesse contexto de muito descontrole da pandemia na Região Metropolitana. O descontrole em cidades vizinhas está sobrecarregando especialmente a nossa rede privada de atendimento hospitalar, que lá no início da pandemia foi muito sobrecarregada

O prefeito pediu atenção dos niteroienses nos cumprimentos dos protocolos, durante transmissão ao vivo nas redes sociais na noite desta segunda (30).

Disse que não é necessário medidas de restrição “e muito menos lockdown“, mas ressaltou ser “fundamental que todos e todas possam ter a clareza da necessidade de fazer a sua parte: usando máscara, não aglomerando e redobrando atenção com a higiene”, continuou.

Neves explicou também que para medidas mais restritivas serem adotadas na cidade, o indicador síntese teria que atingir o número 10 – o que não é o caso de Niterói.

Na capital, após chegar a 95% no fim de semana, a taxa de ocupação dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para Covid-19 no Rio de Janeiro caiu para 93% nesta segunda-feira (30), segundo balanço da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que ampliou o número de leitos em sua rede, de 271 para 288. 

Apesar da queda no percentual de ocupação, o número de pessoas internadas em unidades municipais, estaduais e federais na capital fluminense continuou a aumentar e subiu de 525 no sábado para 540 na manhã desta segunda. Em relação ao início do mês, houve um aumento de mais de 40% no número de pessoas internadas em UTIs para Covid-19, que era de 378 em 3 de novembro.

Casos em Niterói

A Secretaria Municipal de Saúde de Niterói também divulgou, na noite desta segunda (30), que o município já tem 16.557 pacientes recuperados do novo coronavírus: uma alta de 88 novos curados.

Ao todo, a cidade já registrou 17.359 casos confirmados da doença. Se comparado ao boletim epidemiológico do domingo (29), foram 81 novos diagnósticos inseridos no balanço geral.

Conforme a pasta, 158 pessoas estão em isolamento domiciliar sendo acompanhados por profissionais de Saúde. Outros 117 pacientes permanecem internados. São 527 vidas perdidas na cidade por complicações da doença.

“A gente tem a situação sobre controle. Porém, o momento que vive hoje as cidades vizinhas da Região Metropolitana, no entorno de Nitéroi, exige de nós a máxima atenção. Lembro que em todas as Unidades Básicas de Saúde, Policlínicas e Médico de Família, estão disponíveis testes rápidos para sintomas leves da doença. Em casos de sintomas gripais graves é fundamental buscar unidades de urgências, Policlínica Regional do Largo da Batalha, da Engenhoca, Mário Monteiro – na Região Oceânica, e Carlos Tortelly”, acrescentou o secretário de saúde e médico sanitarista Rodrigo Oliveira.

Fiscalização

O prefeito também informou que a Fiscalização de Posturas e a Guarda Municipal vão intensificar as ações para verificar o cumprimento dos protocolos contra a Covid-19 pelos estabelecimentos comerciais.

“Os estabelecimentos comerciais devem seguir os protocolos de medição de temperatura, álcool em gel, uso de equipamento de proteção, entre outros. Estamos intensificando a fiscalização para que não haja retrocesso nas medidas de restrição de atividades econômicas de Niterói”, destacou Rodrigo Neves.

Alta médica

O prefeito Rodrigo Neves que foi diagnosticado com Covid-19 no último dia 21, revelou que teve alta médica no sábado (28), podendo retornar gradualmente às atividades de maneira responsável.

“Não tive sintomas respiratórios graves. Foi uma gripe forte. Mas fui imediatamente medicado, fiz repouso e segui as recomendações médicas e graças a Deus estou recuperado”, comentou.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *