sábado, 24 de outubro de 2020

Niterói inicia reabertura gradual do comércio dia 21

Guarda municipal de máscara no Ingá, em Niterói. Foto: Marcelo Tavares
Retomada gradual começa no dia 21. Foto: Arquivo/Marcelo Tavares

Niterói vai começar a flexibilizar o isolamento social no próximo dia 21. Foi o que garantiu o prefeito Rodrigo Neves (PDT), em pronunciamento pelas redes sociais na noite desta quinta-feira (14). Entretanto, as ações de lockdown, que já estão em vigor na cidade, serão prorrogadas até a véspera, na próxima quarta-feira (20), como previsto o prazo de dez dias.

Segundo Neves, a intenção é retomar inicialmente serviços como consultórios médicos e odontológicos, oficinas mecânicas e materiais de construção. Além de flexibilizar atividades físicas individuais ao ar livre, nos calçadões e areias. Entretanto, o prefeito ressalta que o plano de retomada seguirá protocolos de saúde e segurança.

“Vamos ter em Niterói, um modelo de retomada das atividades com um conjunto de variáveis e protocolos de saúde. Outros setores também serão abertos a partir dessa flexibilização. Estamos trabalhando com esse conjunto de protocolos, que já foram implantados de maneira inovadora na cidade”, disse o prefeito.

Um desses protocolos já em vigor no município é a instalação de barreiras sanitárias nos acessos ao município, como medida de restrição de circulação entre cidades vizinhas. De acordo com Neves, os bloqueios permanecerão mesmo depois do dia 21, uma vez que a pandemia do novo coronavírus mudou a realidade em todo o país.

“É importante esclarecer que não vamos retomar a normalidade das atividades anteriores à pandemia. Cientistas do mundo todo indicam que não teremos uma vacina para imunizar as pessoas, infelizmente, até o final deste ano. Por isso, vamos provavelmente até dezembro com um conjunto de medidas de restrição de circulação e de distancimento social”, acrescentou.

Atividades culturais como teatros e cinemas, que possam gerar aglomeração de pessoas, o prefeito descartou como prioridade de abertura. Assim como a suspensão das aulas que, segundo Neves, será prorrogada até o dia 30 de junho.

“Infelizmente não vai ser possível abrir as escolas nesse contexto de restrição. Mas vamos flexibilizando o isolamento social com um conjunto de atividades abertas. Há atividades específicas de Niterói que precisam retomar, sob o risco de prejudicar a economia de tal forma que não terá como recuperar mais rapidamente como desejamos”, completou.

Publicada às 21h34

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Niterói inicia reabertura gradual do comércio dia 21

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *