quarta, 02 de dezembro de 2020

Niterói proíbe entrada de quem não mora ou trabalha na cidade

Bloqueio instalado na Praça Renascença, em Niterói. Foto: Arquivo/Plantão Enfoco

O plano de restrição de circulação com municípios vizinhos entra em nova fase, nesta quinta-feira (23), em Niterói. Segundo o prefeito Rodrigo Neves (PDT), em transmissão pelas redes sociais, na noite desta terça-feira (21), apenas pessoas que trabalham na cidade e moradores serão autorizados a passar pelos bloqueios instalados nos acessos ao município.

A medida é a mais radical já prevista no plano da Prefeitura, anunciado no dia 1º abril. Com a repercussão do anúncio, Neves informou que o programa seria implantado de forma gradual. Primeiramente, foi reduzido em 30% a frota de transportes intermunicipais (vans legalizadas ou ônibus) e a entrada de táxis de outros municípios.

Depois, foi a vez de proibir a passagem de carros por aplicativo, nos 28 pontos de bloqueios espalhados pela cidade. No último dia 17, o prefeito prorrogou o plano até o dia 2 de maio. Neves voltou a pedir a compreensão da população vizinha para evitar um crescimento da curva de contágio do novo coronavírus (Covid-19).

“É uma variável muito importante para a gente retomar, ainda que gradualmente as atividades em Niterói. É fundamental que a gente promova o isolamento social e estimule o mesmo em outras cidades restringindo a circulação. Peço aos moradores do Rio de Janeiro, São Gonçalo e Maricá, que ouçam os apelos dos prefeitos e das autoridades sanitárias. Fiquem em casa e só saiam nos casos de extrema necessidade”, pediu o prefeito.

De acordo com a Prefeitura, os empregados precisarão apresentar crachá, contracheque ou carteira de trabalho com o endereço do empregador em Niterói.

Quarentena prorrogada

Rodrigo Neves também também anunciou a prorrogação do isolamento social e das medidas restritivas em Niterói até o dia 30. O prefeito decidiu fazer a manutenção do decreto, que tinha prazo final nesta quarta-feira (22). Segundo o chefe do Executivo, a decisão foi conversada com setores da sociedade do município e com órgão sindicais.

“A gente não pode colocar em risco todo o nosso esforço de confinamento. As medidas implantadas pela Prefeitura fazem com que a gente esteja vencendo essa guerra. Nos próximos sete dias, vamos estruturar um plano de retomada das atividades de Niterói, de maneira gradual e segura. Espero que essa retomada aconteça no mês de maio”, afirmou Neves.

‘Janela’ para seis categorias

Embora tenha anunciado a prorrogação da quarentena, Neves também decidiu abrir uma ‘janela’ entre os dias 23 e 30, para seis novas categorias da cidade. São elas: prestadores de serviços médicos e odontológicos; óticas; lojas de venda de materiais hospitalares; serviços de manutenção de aparelhos eletrodomésticos e eletromecânicos; bancas de jornais; conserto de bicicletas.

“Essa janela foi pactuada através de diálogos com entidades empresariais, especialistas e ouvindo as demandas. Muitos enfermeiros, médicos e profissionais de saúde tem tido dificuldade de obter consertos de óculos. Outras pessoas não conseguem se informar pela internet. E o que nós temos observado nas experiencias internacionais, é que na retomada é recomendada a utilização de bicicletas para evitar ao máximo a aglomeração nos transportes públicos”, explicou o prefeito.

A medida de reabertura dessas atividades, no entanto, não eximem a responsabilidade do comerciante de continuar respeitando as recomendações das autoridades sanitárias, evitando aglomeração de pessoas no interior das lojas e utilizando materiais de higiene e limpeza.

Publicada às 20h32 e atualizada às 21h05

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *