sexta, 23 de outubro de 2020

Niterói quer usar gás metano para gerar energia elétrica

Apresentação acontece na próxima quinta no Teatro Popular. Foto: Ascom Niterói

Niterói será pioneiro no Estado a produzir gás metano para geração de energia elétrica a partir do processo de biodigestão, segundo informou a Prefeitura de Niterói. De acordo com o Executivo, o projeto será lançado este ano no Centro de Tratamento de Resíduos, no Caramujo, na zona norte da cidade. A medida será apresentada pelo prefeito Rodrigo Neves na próxima quinta-feira (9), às 9h, no Teatro Popular Oscar Niemeyer.

 “Desde que assumimos em 2013, fizemos nosso dever de casa, mantendo as contas da cidade em dia, superando crises e obstáculos. Conquistamos importantes resultados e seguiremos trabalhando duro para fazer mais entregas para a sociedade. Hoje Niterói se destaca por fazer investimentos que nenhuma cidade está fazendo”, afirma Rodrigo Neves. “Das metas estipuladas para a gestão do ano de 2018, 75% dos objetivos foram cumpridos”, enfatiza.

O prefeito ressalta que Niterói foi uma das cidades do País que mais investiu em transparência e na modernização da gestão nos últimos cinco anos, implantando um amplo conjunto de medidas nestas áreas. E entre as metas que serão apresentadas nestes segmentos estão a criação dos processos eletrônicos e de uma plataforma de serviços inteligentes.

Os processos eletrônicos a serem implantados na Prefeitura de Niterói irão diminuir a emissão de papéis, contribuindo de forma significativa para o meio ambiente e, sobretudo, para dar celeridade ao trânsito dos processos municipais entre os órgãos, garantindo agilidade a máquina pública.

Já a plataforma de serviços inteligentes para a cidadania tem como objetivo agregar todos os serviços digitais para o cidadão em um só lugar. Além disso, também será desenvolvido um aplicativo para celular. Será a porta de entrada do cidadão para os serviços municipais digitais, desde a emissão de talões até a consulta de horário de coleta de lixo.

Saúde

Na área de saúde, uma das metas é a obra do Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Municipal Carlos Tortelly, no Bairro de Fátima. Segundo a Prefeitura, o espaço vai contar duas salas para radiologia digital, sala para mamografia, tomografia computadorizada, além de salas de endoscopia, ecocardiografia e ultrasonografia. O local também vai dispor de tomógrafo, mamógrafo, aparelho de ultrassonografia e radiografia, e ecocardiógrafo cardiovascular. O Centro contará ainda com laboratório completo de análise clínica.

O projeto Niterói Jovem Ecosocial é outra iniciativa que integra o plano de metas. O programa é destinado a moradores de comunidades com alto índice de vulnerabilidade social. A iniciativa busca qualificar os jovens de 16 a 24 anos para que atuem como agentes transformadores dentro da comunidade em quatro eixos de trabalho: reflorestamento, defesa civil, águas e parques. Serão 400 vagas com bolsa-auxílio no valor de R$ 500.

“A proposta é dar educação formal, formação profissionalizante, educação ambiental, experiência profissional e capacitação qualificada a esses jovens. Em contrapartida eles participarão de serviços como reflorestamento, apoio a conservação de rios e nascentes, além de participar no apoio ao monitoramento e planejamento de ações relacionadas às áreas sujeitas a queimadas, entre outras ações”, conta o prefeito.

Inserida no site do Sistema de Gestão de Geoinformação (Sigeo), a plataforma de novos negócios será mais uma das metas apresentadas pelo prefeito. O programa vai indicar ao empreendedor dados que possam contribuir para a escolha da região em que ele pretende investir e abrir seu negócio, além de informar, por região, perfil da população, perfil comercial, atividade econômica e financeira, entre outras instruções que possam agregar valor ao negócio do niteroiense.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Niterói quer usar gás metano para gerar energia elétrica

  1. E a transcaótica? Anos de construção, para deixar o que era bom em estado precário.Chega de promoção, precisamos de arrumar a nossa Cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *