sexta, 23 de outubro de 2020

Niterói soma 92 casos e 4 mortes por Covid-19 em 24 horas

maruí, barreto, niterói, cemitério,
Taxa de letalidade da doença está em 5,3%. Foto: Arquivo/Marcelo Tavares

Nas últimas 24 horas, Niterói registrou quatro novas mortes em decorrência da Covid-19, chegando ao total de 78 óbitos nesta terça-feira (19). A informação foi confirmada pelo prefeito Rodrigo Neves (PDT) em transmissão pela internet. A cidade também atingiu a marca de 1.387 confirmações pela doença, sendo 92 a mais do que nesta segunda quando foram registrados 1.295 casos.

De acordo com a Secretaria de Saúde, 748 pacientes estão em isolamento domiciliar sendo acompanhados pela pasta, enquanto 64 pacientes permanecem hospitalizados. O número de pessoas recuperadas nas unidades públicas e privadas já chega a 497 – quatro a mais do que no dia anterior.

“Ressaltando que os casos ampliaram nos últimos 15 dias porque somos a única cidade do Brasil que implantou o programa de testagem massiva”, relembrou Neves, completando que Niterói chegará, até a sexta-feira (22), a marca de 10 mil testes rápidos aplicados na população.

Novo normal

Prefeito Rodrigo Neves e o secretário municipal de Saúde Rodrigo Oliveira reforçam a possibilidade de retorno gradual de atividades. Foto: Ascom Niterói
Prefeito Rodrigo Neves e o secretário municipal de Saúde Rodrigo Oliveira reforçam a possibilidade de retorno gradual de atividades. Foto: Ascom Niterói

A partir de quinta-feira (21), o município coloca em prática o chamado plano de transição gradual para o novo normal. Segundo Neves, a medida é um afrouxamento às medidas de lockdown, permitindo a reabertura de algumas atividades econômicas para voltar a movimentar a economia em Niterói. No entanto, o prefeito pretende prorrogar o isolamento social até o dia 30 de junho.

“Achatamos a curva desse ciclo da epidemia em Niterói, conseguimos reduzir a taxa de transmissão do vírus, diminuímos a taxa de letalidade e de ocupação dos leitos nos setores públicos e privados”

Rodrigo Neves, prefeito de Niterói

Ranking

O secretário de saúde Rodrigo Oliveira, que também participou da transmissão do prefeito pela internet explicou em detalhes o crescimento da taxa de letalidade da doença em Niterói, quando comparada com outras cidades da Região Metropolitana do Rio.

Enquanto a Capital aparece liderando, com 14,7%, seguida por São Gonçalo (14%) e Duque de Caxias (12,8%), Niterói aparece com 5,3%. Segundo o secretário, essa métrica é fundamental para liberar, mesmo que de forma gradual, a retomada de alguns setores na cidade.

“Na minha avaliação cabal, o acerto das medidas de enfrentamento, que ultrapassaram 40 ações, trouxe esses resultados que possibilitam que Niterói entre em uma nova fase. A guerra não está vencida, mas temos hoje condições de estabelecer uma nova realidade. Mas vale ressaltar que é uma transição, um processo”, explicou.

Para nortear as ações, Niterói terá um sistema de cores para identificar os estágios do combate ao coronavírus na cidade e os níveis de restrição de circulação e isolamento social que serão colocados em prática.

Os estágios terão as cores preta (situação extremamente grave da pandemia), vermelho (situação muito grave, com restrições de circulação mais rígidas – estágio atual), laranja (atenção máxima) e amarelo (alerta). O sinal verde só deverá ser adotado quando estiver disponível uma vacina contra a Covid-19. A cidade se encontra atualmente no estágio vermelho e na próxima quinta-feria entra no laranja.

Publicado às 20h12

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *