Nova Plataforma Digital de Niterói será entregue em novembro

Espaço será polo de cursos de linguagem audiovisual. Arte: Ascom Niterói
Espaço será polo de cursos de linguagem audiovisual. Arte: Ascom Niterói

A Plataforma Urbana Digital (PUD) que está sendo construída em Santa Bárbara, na Zona Norte de Niterói está prevista para ser entregue à população em novembro, segundo a Prefeitura de Niterói. Na manhã desta segunda-feira (29), o prefeito Rodrigo Neves (PDT) esteve no local para a ordem de início das obras. O espaço será focado em cursos de linguagem audiovisual e tecnologia.

De acordo com o prefeito a Plataforma Digital é, na verdade, uma escola tecnológica de alto nível que vai criar oportunidades para centenas de jovens da região, tirando-os da rua e fortalecendo o vínculo com a comunidade e com o bairro e, ao mesmo tempo, propiciando a eles uma formação profissional e técnica.

“Com isso, a gente acaba contribuindo para reduzir os problemas de violência e de marginalização juvenil, dando oportunidade para a juventude aqui de Santa Bárbara”, enfatizou o prefeito.

O espaço está localizado em uma região que concentra dados significativos para uma grande intervenção. Localizada na região norte da cidade, junto aos bairros Baldeador, Caramujo e Viçoso Jardim, compõe a região com maior percentual de pessoas extremamente pobres (12,7%) da cidade.

Dados da empresa de consultoria Macroplan, com base no último Censo Demográfico do IBGE, também mostram que esta região concentra o maior número de jovens que não estudam ou trabalham (27,3%), seguida da região da Engenhoca, onde já foi construída uma PUD. Com relação à porcentagem de pessoas em domicílios com computador e internet, esta região concentra o segundo menor índice da cidade (35,5%).

A Diretora Geral da Subsecretaria de Ciência e Tecnologia, Adriana Neves, fala da necessidade desse processo tecnológico que ficou ainda mais evidente com a pandemia do novo coronavírus.

“A pandemia acirrou o debate da inclusão digital e tornou mais evidente a necessidade do acesso às tecnologias. Com o isolamento social, todo mundo está fazendo tudo de forma remota pela internet. A educação também precisou se enquadrar nessa nova realidade. E ter isso na política pública só reforça a importância dessas iniciativas”, informou Adriana Neves, que lembrou ainda a importância do projeto para a região.

“Santa Bárbara, Caramujo, Baldeador e Viçoso Jardim ficam na microrregião 8, de acordo com o IBGE, que é a parte mais empobrecida de Niterói, então a entrada de uma plataforma digital aqui no bairro associada aos serviços públicos existentes, vai ser fundamental para melhorar a qualidade do conhecimento. O Programa Niterói Digital já atendeu a mais de dez mil pessoas na cidade, através dos telecentros, Núcleo de Produção Digital e das Plataformas Urbanas Digitais“, reforçou Adriana Neves.

Cursos

A Plataforma Urbana Digital, com foco na linguagem audiovisual, contará com espaço coworking, sala de cinema, salas de aula, estúdio de áudio e fotografia, ilha de edição, espaço de wi-fi gratuito. No salão principal, haverá simuladores, área infantil, espaço gamer e ainda lounges como ambientes de convivência. 

Todos os espaços serão compostos com tecnologia de ponta, onde serão desenvolvidos vários cursos básicos de tecnologia, bem como cursos de fotografia, edição de vídeo, luz e iluminação, desenvolvimento de games, roteiro, animação entre outros. Também estão previstos cursos de drones e robótica.

Presidente da Associação de Moradores, Nilton Santos, o Kito, destaca que a plataforma vai requalificar o bairro e adjacências.

“Nessa região tem muitos jovens que não estão na escola e ficam o dia todo jogando futebol porque não têm outra atividade. Com a nova plataforma, eles vão entrar em um novo tempo. A pandemia está ensinando as pessoas a se reinventarem e vai ser um projeto para o futuro deles. Muita gente que não tem acesso à computadores e internet vai ter essa oportunidade porque é tudo de graça e vai causar uma revolução na população”, disse Kito.

Engenhoca

Inaugurada em 2018, já aprovou mais de cinco mil pessoas entre 13 e 29 anos, segundo a Prefeitura de Niterói, nos cursos e oficinas oferecidos. Todos os cursos e oficinas são gratuitos e abertos à população.

Clique para informações sobre inscrições    

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Nova Plataforma Digital de Niterói será entregue em novembro

  1. Obra essa que fechou a rua ( principal acesso ao POSTO DE SAÚDE) e calçadas para transformar em canteiro de obras deixando como acesso ao PEDESTRE 2 escadas sem acessibilidade . Isso pode? Fechar a via pública para fazer canteiro de obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *