Previsão das obras é para agosto com término em dez meses. Foto: Arquivo

As obras para construção do laboratório de análises clínicas nas especialidades imunologia, bioquímica, hematologia e microscopia no Hospital Municipal Carlos Tortelly (HMCT), no Centro de Niterói, começam em agosto, segundo a Prefeitura de Niterói. A unidade integrará o Centro de Diagnóstico Integrado (CDI), com radiologia digital, mamografia, tomografia computadorizada, endoscopia, ecocardiografia e ultrassonografia.  A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos em dez meses. O investimento é de R$ 7 milhões.

“Teremos capacidade para realizar, mensalmente, cerca de 1.200 tomografias e aproximadamente 3.300 raios X, além de 640 ecocardiografias e 500 ultrassonografias. No CDI vamos contar com um espaço bem completo, e toda a rede poderá usufruir desta nova estrutura”, revela a secretária municipal de Saúde, Maria Célia Vasconcellos.

Além do CDI, o hospital vai receber, no mesmo período, a reforma e ampliação de áreas destinadas a outros serviços assistenciais. A unidade vai ganhar 13 novos leitos de UTI, passando de sete para 20 leitos totais.


Laboratório de análises clínicas nas especialidades imunologia, bioquímica, hematologia e microscopia. Foto: Divulgação

“Serão reformadas, readequadas e ampliadas as enfermarias, o que reorganizará o espaço e dará mais conforto aos pacientes e familiares. Os novos leitos e reformas estruturais também são de suma importância, pois aumentam nossa capacidade de atendimento e, consequentemente, proporciona melhores condições aos nossos usuários e profissionais de saúde”, afirma o diretor do HMCT, Ubiratan Moreira Ramos.

Estão incluídos no projeto, ainda, a reestruturação da farmácia e suas dependências e recepção, quartos de isolamento e salas para equipes técnicas e de serviço.

Comentários sobre “Obras para melhorias no Carlos Tortelly começam em agosto

  1. Excelente notícia para nós servidores da saúde e certamente para toda população que há tempo espera por um serviço de qualidade tanto no atendimento,quanto estrutural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *