domingo, 25 de outubro de 2020

Ônibus circula fechado e sem ar-condicionado na Região Oceânica

Passageiros reclamam sufoco e mal estar na coletivo. Foto: Reprodução Google Street View

Apesar das temperaturas mais amenas registradas nos últimos dias em Niterói, passageiros que utilizaram ônibus da linha de ônibus 52 (Baldeador x Itaipu – viação Pendotiba) essa semana estão sofrendo com o calor dentro de coletivos da empresa. Isso porque, segundo reclamações, um ônibus da empresa estaria circulando sem uso do ar-condicionado, considerando que o veículo não tem operação de abertura das janelas.

De acordo com as denúncias, mesmo nesta situação, o ônibus permaneceu circulando, tendo, inclusive, em algumas das áreas do itinerário, lotação de pessoas. Ainda conforme os relatos, centenas de usuários que trafegavam na linha nestas segunda e terça-feira tiveram sensação de sufocamento e mal estar durante as viagens.

Uma passageira que não quis se identificar, confirmou que o problema aconteceu nos últimos dois dias.

“Eu peguei o ônibus aqui no Badu nesta terça-feira (21) e a situação era crítica. O ônibus lotado, sem ar-condicionado e mesmo assim circulando. Por conta do modelo de climatização, as janelas do transporte são todas fechadas, o que causa um calor insuportável, se não temos a refrigeração funcionando. Vi várias pessoas passando mal. Um absurdo”, contou.

Procurada, a Viação Pendotiba disse que efetuou buscas em seus registros históricos e não encontrou solicitação para reparo no equipamento de refrigeração do veículo até esta segunda (20), mas pediu desculpas pelo ocorrido e ressaltou que uma vez reparado, o ônibus teria voltado a apresentar falha no sistema de refrigeração. Ainda conforme a companhia, uma nova revisão será realizada. A Viação alegou que orienta todos os seus operadores para situações de adversidades.

“Quando em falha no equipamento de refrigeração do veículo, recomendamos de imediato que os mesmos providenciem ordenadamente o transbordo de nossos clientes para outro veículo da empresa. Retornando com o veículo para garagem para pronto reparo”, finalizou.

A Prefeitura de Niterói e o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários (Setrerj) ainda não se posicionaram sobre o caso.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *