terça, 24 de novembro de 2020

Ônibus intermunicipais seguirão circulando no Centro do Rio

Maua, ônibus, VLT, Rio
Determinação pode provocar milhares de demissões (Foto: Arquivo)

Ônibus intermunicipais de Niterói, São Gonçalo, Maricá e Itaboraí que circulam no Centro no Rio não serão afetados pela reestruturação do sistema de transportes da cidade, garante a Prefeitura do Rio. Na primeira etapa, apenas as linhas municipais que vem da Zona Oeste e Zona Norte da cidade serão desviadas do Centro. Na segunda etapa, as alterações atingem as linhas da Zona Sul. Na segunda-feira, o sindicato da categoria alertou que a interrupção do trânsito dos coletivos provocaria a demissão, em um primeiro momento, de pelo menos 1,2 mil rodoviários de 35 linhas.

De acordo com o prefeito do Rio, Marcello Crivella, a reestruturação será feita para favorecer o uso do VLT diante da conclusão da Linha 3, que liga a Central do Brasil ao Aeroporto Santos Dummont pela Avenida Marechal Floriano. A Prefeitura acredita que o tempo de deslocamento pode diminuir até 20% na região central da cidade.

Os passageiros poderão pegar dois ônibus e o VLT no período de duas horas e meia pagando apenas uma tarifa. Além disso, o passageiro não paga quando faz transferência entre linhas ou nova viagem no mesmo sentido no período de uma hora.

O VLT também faz parte do Bilhete Único Intermunicipal, que permite integração tarifária com trens, barcas e ônibus intermunicipais quando a soma das tarifas for igual ou superior a R$ 8,55. O período para a integração é de três horas.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *