quinta, 29 de outubro de 2020

Operação Lei Seca nas rodovias estaduais completa um mês

A Operação Lei Seca completou um mês de atuação nas rodovias estaduais do Rio de Janeiro. Entre o período de 15 de março a 15 de abril, 35 ações foram realizadas e 4.613 motoristas abordados. Ao todo, a Operação Lei Seca flagrou 294 casos de condutores que ingeriam álcool antes de dirigir. A atuação nas rodovias fluminenses é possível graças à parceria inédita com o Departamento de Estradas e Rodagem (DER).


No período, 190 carros também foram rebocados e 257 carteiras de habilitação foram recolhidas. Foto/Divulgação: Governo do Estado.

“É preciso levar a cultura da Operação Lei Seca, tão consolidada na capital e Grande Rio, para o interior do estado. Cruzamos os dados do Batalhão de Polícia em Vias Expressas, que nos apontaram quais são as rodovias que têm os maiores índices de acidentes provenientes da mistura de álcool e direção. Só neste primeiro mês de atuação, tivemos resultados positivos, o que demonstra um direcionamento inteligente das nossas ações”, afirmou a coordenadora da Operação Lei Seca, delegada Verônica de Oliveira.

Ações no feriado prolongado

Durante o feriado da Semana Santa, a Operação Lei Seca vai intensificar as ações de fiscalização em todo o estado. No total, serão realizadas 70 ações de fiscalização e educação. Além da capital e Região Metropolitana, a Lei Seca também promoverá ações no interior e em rodovias estaduais.

“Mais do que somente fiscalizar, estamos cada vez mais intensificando as ações de conscientização de que não é permitido beber e dirigir. Nosso objetivo é cumprir o lema de salvar vidas”, disse a coordenadora.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *