Parques de Niterói sem aglomerações na semana de reabertura

Campo de S. Bento foi reaberto há uma semana. Foto: Douglas Macedo/Prefeitura de Niterói

Niterói completou uma semana no estágio amarelo 2, penúltima fase de transição gradual da cidade, já que a cor verde só será atingida com a vacina contra o coronavírus. Nessa fase, que começou na última segunda-feira (22), tiveram autorização para funcionar pequenos e médios comércios varejistas de rua com 50% de capacidade do estabelecimento e com horário de funcionamento de 12h às 20 horas.

O Parque Prefeito Ferraz (Campo de São Bento), em Icaraí, o Parque Palmir Silva (Horto do Barreto) e o Horto Botânico do Fonseca estão abertos das 10h às 20h30, apenas para a prática de atividades individuais e caminhada.

Até quinta-feira (25), os parques receberam 7732 pessoas. O Campo de São Bento, no coração de Icaraí, teve mais de 4 mil visitantes em quatro dias de abertura, uma média de 100 pessoas por hora. Nos momentos de maior movimentação, entre 17h e 18h, o movimento foi 35% maior que a média. Antes da pandemia, em dias de eventos o campo chegou a receber 4 mil visitantes em um único dia.

Já no Barreto, o Horto teve um público de 667 pessoas nos primeiros dias da reabertura, com pico de procura na parte da manhã, entre 10h e 11h. O Horto do Fonseca, registrou mais de 1500 pessoas visitando o espaço para se exercitar. Assim como no Barreto, o horário mais movimentado foi o primeiro da parte da manhã.

A Secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa, reforça que, nessa etapa, apenas as atividades físicas estão liberadas.

“É importante ressaltar que a abertura dos espaços é apenas para atividades físicas individuais, por isso, todos os locais que são pontos comuns ou de aglomeração dentro dos parques estarão fechados como brinquedos, aparelhos da academia da terceira idades, quadras e o skate park. Os bancos terão marcação de onde pode sentar. Também precisamos lembrar que os bebedouros estarão fechados para segurança de todos e os banheiros e fraldários terão manutenção frequente e com sabonete líquido disponível para os usuários”, enfatiza a secretária.

Balanço

Nessa nova fase do plano de transição para o novo normal não houve aumento da procura por unidades de saúde. Esta semana, segundo a Fundação Municipal de Saúde, o número de atendimentos nos hospitais permaneceu com a mesma média de procura da semana anterior, assim como internações.

As unidades da Atenção Básica continuaram realizando os atendimentos prioritários, como já estavam fazendo e, com o retorno de outras atividades, foi criado um plano para auxiliar a organização dos atendimentos, como tempo das consultas de acordo com a classificação da cidade pelas bandeiras de sinalização, taxa de ocupação da unidade compatível com a sinalização das bandeiras, normas para limpeza e utilização dos espaços.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, com a melhora dos indicadores foi possível abrir novas atividade, porém o monitoramento continua e é importante manter as medidas de prevenção contra a Covid-19, como uso de máscaras, higienização das mãos e evitar aglomeração.

“O Plano de Transição para o Novo Normal prevê a análise sistemática de 12 indicadores que analisam a situação da epidemia e da circulação do vírus na cidade e também a capacidade de atendimento da rede hospitalar. Com a melhora desses indicadores, foi possível passar para fase amarelo 2, onde retomamos algumas atividades nesta semana, mas sempre com muita segurança. Seguimos monitorando esses indicadores para organização do novo normal”, explica o secretário.

O prefeito Rodrigo Neves enfatizou que Niterói foi a primeira cidade da Região Metropolitana a retomar, de maneira gradual, as atividades, no dia 21 de maio, quando saiu do estágio roxo e chegou ao estágio laranja.

“Graças à perseverança e disciplina de toda a população niteroiense, e também às ações da Prefeitura de Niterói, que foram duras, mas no momento certo para conter o avanço da pandemia do coronavírus, atingimos índices que nos permitiram avançar para o nível Amarelo 2 no plano de transição gradual para o novo normal. Para tomar essa decisão, levamos em consideração os mais de 20 mil testes realizados, o achatamento da curva de transmissão e de óbitos, além da marca de 75% de recuperados da doença e de 35% de leitos ocupados”, diz o prefeito.

Publicado às 11h40

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *