quinta, 22 de outubro de 2020

Passageiros de Maricá em risco com janelas lacradas

ônibus Nossa Senhora do Amparo
Ônibus intermunicipais circulam com janelas lacradas. Foto: Ibici Silva

Passageiros estão preocupados com as janelas lacradas e o não uso de máscaras dentro dos ônibus da empresa Nossa Senhora do Amparo, que circulam de Maricá para Niterói, neste período de pandemia. Segundo a denúncia, usuários de coletivos estariam, inclusive, retirando as máscaras quando entram no coletivo.

A Associação Nacional das Empresas das Empresas de Tranporte Público, seguindo as normas do Ministério da Saúde, recomenda para a prevenção da propagação do vírus que as janelas de ônibus estejam sempre abertas para melhor circulação de ar. Este fator, no entanto, tem preocupado passageiros que notam a impossibilidade de abrir as janelas.

A auxiliar de costura, Karen Regina Novaes, de 38 anos, afirma que utiliza diariamente o transporte público até Niterói e teme contrair a doença.

“As janelas não abrem e as pessoas entram nos ônibus e acabam retirando as máscaras. Os riscos de ter uma pessoa contaminada é muito grande. Vou trabalhar com medo todos os dias”, desabafa a moradora de Maricá.

Ainda de acordo com a Associação, a recomendação é que os ônibus circulem com o sistema de ar-condicionado desligado ou no modo ventilação.

O auxiliar de enfermagem Rodrigo Nunes, de 33 anos, conta que já presenciou até discussões entre passageiros por causa do não uso das máscaras.

“Evito usar o transporte público, as vezes se faz necessário, mas nos dias que precisei usar presenciei discussão de passageiros por causa do não uso das máscaras. Os ônibus seguem cheios, com ar-condicionado e sem qualquer forma de abrir as janelas, não tem ventilação externa”, conta.

De acordo com a Associação Internacional de Transporte Público, os sistemas de transporte público devem ser considerados ambientes de alto risco, devido ao grande número de pessoas em espaço confinado com ventilação limitada, do não controle de acesso para identificar pessoas
potencialmente doentes, além de uma variedade de superfícies comuns para tocar (máquinas de venda automática, corrimãos, maçanetas
das portas).

O Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Setrerj) informa que a Viação Nossa Senhora do Amparo, responsável pelo transporte público intermunicipal de Maricá, vem promovendo higienização e sanitização de todos os seus coletivos em operação, conforme as orientações e normas estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Ainda segundo o Setrerj, todos os motoristas estão recebendo máscaras de proteção, sendo orientados sobre o modo correto de utilização e da obrigatoriedade do uso da máscara para passageiros no embarque nos coletivos.

Sobre as janelas, o sindicato confirma que em coletivos rodoviários as janelas são fixas e não esclareceu sobre a possibilidade de mudar a frota para coletivos que permitam a abertura de janelas. Coletivos da empresa que circulam no município, no entanto, já estão operando com janelas abertas e com o ar-condicionado desligado.  

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *