Alerta em áreas de risco de Niterói

Na localidade da Caixa d’Água uma casa desabou. Foto: Eduarda Hillebrandt

As chuvas intensas que atingem a Região Metropolitana do Rio de Janeiro desde a noite de segunda-feira (8) afetaram áreas consideradas de risco em Niterói. Ao todo, nove sirenes da Defesa Civil alertam para que moradores busquem abrigo. O alertas se estendem de Norte a Sul da cidade: Cavalão, Bumba, Preventório, Bairro de Fátima, Jurujuba, Beltrão, Alarico de Souza e Coronel Leôncio precisaram ser evacuados.

No Morro do Cavalão, na Zona Sul, uma pessoa não conseguiu deixar o imóvel a tempo e acabou ferida em um desabamento. Há cinco imóveis comprometidos no Morro do Estado, no Centro, e deslizamentos reportados na comunidade da Caixa d’Água, às margens da RJ-104 e no Beltrão, em Santa Rosa.

O acumulado pluviométrico médio na cidade foi de 73,7 mm nas últimas 24h — segundo a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia, um sistema de baixa pressão no oceano manterá o tempo instável no estado do Rio, que pode registrar acumulados de até 100 mm.

Apesar dos transtornos enfrentados pela população, o prefeito Rodrigo Neves afirma que “não tivemos ocorrências de maior gravidade como nas cidades vizinhas”.

Cerca de 1,2 mil servidores da Prefeitura de Niterói estão mobilizados para o ordenamento de problemas derivados das chuvas. Neves destacou, ainda, a mobilização da rede de Defesa Civil, que abrange os treinamentos aos núcleos comunitários, sirenes e mensagens de alerta.

“Chuvas, calor intenso, furacões e estiagens serão uma realidade cada vez mais frequente no planeta, por isso é importante que Niterói, uma cidade litorânea, tenha protocolos de ação como os que colocamos em prática nas últimas 24h”, completou.

Nove anos do Bumba

Bumba sofreu novos deslizamentos nesta terça-feira (9). Foto via Plantão Enfoco

Há nove anos atrás, em 7 de abril de 2010, fortes chuvas deixaram a região metropolitana em situação calamitosa. Apenas no Morro do Bumba, no bairro Viçoso Jardim, 48 pessoas morreram e centenas ficaram desabrigadas em um deslizamento. Na tarde desta terça-feira (9), um novo deslizamento de encosta no Bumba foi reportado pelos moradores. A Prefeitura informou que atua no local.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Alerta em áreas de risco de Niterói

  1. Queria entender por que a sirene aqui na Coronel Leôncio não tocou. Teve deslizamento de terra em três lugares. Um deles atrás da minha casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *