sexta, 18 de setembro de 2020

Postos guarda-vidas são entregues em Piratininga e Itaipu

Equipamentos foram entregues pela Prefeitura ao Corpo de Bombeiros. Foto: Divulgação/Ascom

A Prefeitura de Niterói entregou, nesta quarta-feira (15), três postos guarda-vidas, dois deles em Piratininga e um em Itaipu. O espaço foi entregue para uso do Corpo de Bombeiros por meio de um convênio estabelecido entre a corporação e o Município.

Em cerimônia de entrega de chaves, no Posto de Guarda-Vidas 1 – Subtenente BM Aires, o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão de Niterói, Axel Grael, que representou o prefeito Rodrigo Neves, lembrou da missão de captar recursos para projetos de melhorias para a população da Região Oceânica. A inauguração dos postos salva-vidas simboliza a concretização desse trabalho.

“Serão cinco postos: dois em Piratininga, um em Itaipu, um em Camboinhas e mais um em Itacoatiara. A escolha de cada ponto foi pensada em conjunto com diversos parceiros e autoridades levando em conta pontos eficientes para o trabalho, baixo impacto ambiental e que desse cobertura à região”, explicou Axel.


O Comandante do 4º GMar, tenente-coronel Júlio Melo, disse que a entrega do posto era um presente muito esperado pelos bombeiros que, só em 2019, realizaram 13.722 salvamentos. Além disso, destacou duas novidades para o verão 2020: “O apoio da recém-adquirida aeronave, a sexta da frota, que voa por piloto automático e sem visibilidade, e as novas bandeiras que torna muito mais fácil a identificação do estado do mar pelos banhistas”, contou.

Quem também esteve na inauguração foi o coronel bombeiro e atual secretário de Defesa Civil, Wallace Medeiros. Segundo ele, esse posto é muito importante para o cidadão, não apenas para melhor visualização da região em caso de afogamentos, mas também para ser um ponto de referência para a população que é atendida em casos de mal súbitos, crianças perdidas e outras situações que fazem parte da rotina nas orlas.

“Tenho muito orgulho de fazer parte dessa equipe de governo que vai até o fim para entregar os projetos com os quais se compromete. Como parte da corporação, já trabalhei um tempo com salvamentos e os bombeiros precisavam de um local com adequações às suas necessidades. Todos ganham”, disse.

O vendedor Fábio Rouvier, de 47 anos, que trabalha nas areias de Piratininga há mais de sete anos, disse que a área tem muitos afogamentos por conta do retorno da água próxima das pedras. “Toda hora tem acidentes por aqui. Já vi gente ser salva três vezes no mesmo dia”, relatou.

Já Raquel Vivas, de 32, moradora de Várzea das Moças, casada com um guarda-vidas e frequentadora das praias da região há mais de 20 anos, lembrou que os profissionais estão ali para salvar vidas, mas é fundamental que os banhistas tomem conta dos filhos. “Muitos acidentes podem ser evitados”, enfatiza Raquel.

Em breve, as praias de Camboinhas e Itacoatiara também receberão postos, que estão em construção. As estruturas possuem dois pavimentos, depósito, banheiro e uma sala que funcionará como observatório. O investimento é de R$ 842.089,86. A obra integra o Programa Região Oceânica Sustentável (PRO-Sustentável) e tem o objetivo de apoiar o desenvolvimento da região nas áreas de Ecoturismo e Gestão de Praias.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *