terça, 24 de novembro de 2020

Prefeito de Niterói defende paralisação das barcas

Barcas podem paralisar serviço. Foto: Plantão Enfoco/Arquivo

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), revelou nesta quinta-feira (19) que está em tratativas com o governo estadual para suspender a circulação de barcas. A medida deve isolar e conter o contágio do coronavírus na cidade, explicou o prefeito.

“Ainda há pouco conversei pelo telefone com o governador Witzel sobre a importância de suspender a operação de barcas e catamarãs entre Rio e Niterói. Na cidade vizinha já há casos de transmissão comunitária que devemos postergar ao máximo em nossa cidade” afirmou o prefeito.

Segundo concessionária que opera o transporte aquaviário, as linhas Arariboia e Charitas até a Praça XV, no Rio, está transportando em média 17 mil pessoas nos horários de rush esta semana.

Apesar da medida, o município, governo estadual e federal ainda não emitiram medidas garantindo subsídio a trabalhadores.

Frota municipal reduzida

Empresas de ônibus estão autorizadas a reduzir frota. Foto: Plantão Enfoco/Arquivo

A Secretaria Municipal de Urbanismo e Mobilidade da Prefeitura de Niterói publicou no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (19) uma resolução que cria regras para o transporte público na cidade nas próximas semanas, como forma de colaborar com as ações já implementadas pelo poder público para conter a propagação do coronavírus.

Assim, fica autorizada a circulação de ônibus com as janelas e alçapões abertos, incluindo os veículos dotados de ar-condicionado e que tenham sistema de abertura de janelas. O ar-condicionado dos ônibus deverá permanecer desligado.

A resolução também determina que a lotação máxima dos ônibus fica limitada ao número de assentos de cada veículo, sendo proibida a viagem de passageiros em pé. A resolução abre uma exceção apenas para os ônibus do sistema BHLS (Buses with High Level of Service).

As concessionárias ficam autorizadas a redimensionar a frota em circulação à medida que a demanda seja reduzida, sem prejuízo para quem necessita do serviço.

As empresas de ônibus também ficam obrigadas a treinar seus funcionários com relação à limpeza dos veículos e ao relacionamento com clientes evitando o contato físico entre passageiros e motoristas e/ou cobradores.

As empresas também terão que fixar informativos nos veículos e garagens sobre medidas a serem adotadas pelos trabalhadores e usuários visando sua proteção individual.

Para evitar contágio, a resolução recomenda a utilização de meios eletrônicos como forma de pagamento. Além disso, as empresas de ônibus, taxistas e motoristas de carros por aplicativo deverão providenciar a desinfecção interna dos veículos sob sua responsabilidade antes do início de cada viagem.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

2 thoughts on “Prefeito de Niterói defende paralisação das barcas

  1. Boa Tarde
    Deixarei meu comentário referente aos acontecimentos.
    Bela sugestâo do Prefeito Municipal para que tenhamos cuidado com a nossa saúde, tanto no transporte como também ao nosso caminhar pelas ruas.
    Mas deixo a minha indignação referente aos moradores de rua dormindo pelas calçadas do centro de Niterói na rua Ernani Amaral Peixoto, ou em praças públicas debaixo das marquises, defecando e urinando pelas calçadas , somos moradores do prédio dessa rua, e somos obrigados a inalar esse cheiro, sem higiene, deitados na rua onde passam baratas e ratos em volta dessas pessoas, e no momento desse CORONA VìRUS,.
    Chamo a atenção das autoridades, secretaria ou da vigilância sanitária para que dessem um minuto de atenção ou retirando ou recolhendo esses moradores para um albergue, pois estão alienados e não sabem do perigo do vírus e nós transeuntes ao sair de nossas residências dar de cara com toda esse episódio.
    De que adianta usar alcool , máscaras, se os moradores de rua não estão orientados e preparados para o contagio. Lembre-se eles também são humanos.

  2. Achei muito importante e muito louvável a colocação da sra. Rose a respeito dos cuidado a respeito desse mal causado pelo Virus Corona, em relação aos moradores de rua que se encontram alojados sob as marquises dos edifícios no centro da cidade. Inclusive e comum observar diariamente uma sra. aparentemente jovem com uma criança ora em carinho de bebe, ora no colo sentada no chão, sujeita as sujeiras locais.
    E preciso que as autoridades municipais tomem providências imediatas removendo-as para abrigos, tirando desse convívio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *