quarta, 28 de outubro de 2020

Primeira etapa de obras no Canto de Itaipu concluída na próxima semana

Obras serão entregues na próxima semana. Foto: Berg Silva/Ascom Niterói

A primeira etapa das obras de revitalização do Canto de Itaipu será entregue na próxima semana. A área próxima à praia, na Região Oceânica, é um dos locais mais visitados de Niterói, e recebeu uma grande restauração paisagística, com a organização dos estacionamentos que existiam no local, ganhou uma praça de eventos e rampa com acessibilidade ao banho de mar para as pessoas com dificuldades de locomoção, principalmente cadeirantes, além de decks de madeira.

O projeto foi desenvolvido pela Secretaria Municipal de Planejamento e Modernização da Gestão (Seplag), por meio do programa PRÓ-Sustentável da Região Oceânica Sustentável, e contou com investimentos da Cooperação Andina de Fomento (CAF), no valor de R$ 1,9 milhão.

O secretário municipal de Planejamento, Axel Grael, acompanhou de perto toda a execução do projeto e explica que as intervenções tiveram como objetivo um melhor ordenamento do espaço público, evidenciando ainda mais o patrimônio local, aumentando as potencialidades turísticas e valorizando a cultura pesqueira tradicional nesta região.

“Itaipu é uma das comunidades mais tradicionais e culturalmente importantes da cidade, com relevante potencial turístico e para o lazer. Identificamos que esta área precisava passar por um processo de requalificação e ordenamento. Todas as intervenções foram desenhadas para manter a facilidade do acesso e circulação dos moradores e visitantes do bairro, principalmente aos usuários que apresentam algum tipo de dificuldade de locomoção”, enfatiza o secretário.

Axel Grael destaca, também, que para o novo projeto de paisagismo foi preservado o maior número de espécies existentes, privilegiando aquelas do ecossistema da mata pluvial atlântica de restinga e em condições saudáveis.

“Buscamos fazer com que todos estes espaços criados no projeto estivessem integrados entre si, mantendo as características ambientais, evidenciando a natureza e identificando suas potencialidades produtivas, propondo práticas e estratégias para o desenvolvimento sustentável, que permitisse integrar o Canto de Itaipu ao uso coletivo para população de Niterói”, conta.

A segunda etapa do projeto consiste na construção de pequenas edificações de apoio para a atividade pesqueira, que conta com a participação da Coordenação da Economia Solidaria. Os novos espaços terão salas de reunião, de administração e depósito de pescado. A previsão é que estas intervenções sejam concluídas no segundo semestre.

“O Canto de Itaipu, também conhecido como Vila dos Pescadores, é um dos locais de referência em Niterói, sendo um núcleo de atividades voltadas para a pesca, acervo histórico com o museu arqueológico, com atividades de esporte e turismo. Nesta proposta de requalificar esse valioso patrimônio da cidade, nosso objetivo foi agregar sobre a realidade local, uma nova condição de presença paisagística, tornando-se uma alternativa de lazer, comércio e desenvolvimento da atividade pesqueira, que é uma tradição nesta região”, pontua Axel Grael.

Publicada às 18h52

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *