sexta, 18 de setembro de 2020

Processo de reabertura é realidade em 78% dos municípios do Rio

Comércio, reabertura, covid-19, coronavírus, pandemia
Entre os dias 27 e 30 de julho, o Sebrae ouviu 550 empreendedores fluminenses. Foto: Pedro Conforte

O Rio de Janeiro já reduziu as restrições de circulação de pessoas e vários municípios estão em fases distintas de liberação de atividades. Entre os dias 27 e 30 de julho, o Sebrae ouviu 550 empreendedores fluminenses e constatou que 78% dos municípios já se encontram em processo de reabertura, 18% ainda mantém restrições de isolamento social, 2% continuam suas atividades sem limitações e outros 2% permanecem em lockdown.

Para manter a operação das empresas, 56% das micro e pequenas empresas precisaram adaptar o modelo de negócio, 31% necessitaram interromper temporariamente sua atividade, 10% continuaram a atuar da mesma forma que antes da crise e 3% decidiram fechar a firma.

Os empresários também mostraram preocupação em relação ao retorno dos clientes nos próximos 30 dias. Para 78% o número de consumidores será menos da metade do volume esperado comparado a um mês normal. Já 22% acreditam que mais da metade dos clientes terá retornado normalmente nesse período.

Os números da pesquisa apontam um ligeiro aumento na percepção de queda no faturamento mensal das empresas, em relação a um mês normal. Ao mesmo tempo, as principais ações adotadas pelas empresas que conseguiram aumentar o rendimento no meio da crise foram vendas online ou mudanças na linha de produto / modelo de negócio. Durante esse período, as ferramentas mais utilizadas pelos pequenos negócios foram os programas de gestão e o WhatsApp for Business.

Em relação à empregabilidade de novos funcionários, nos últimos 30 dias, os pequenos negócios pesquisados contrataram 6% de novos colaboradores. Entretanto, o levantamento mostra, que 94% das empresas não fizeram novas contratações. Segundo os empreendedores, a economia fluminense vai retomar à normalidade apenas em julho de 2021.

Protocolos de saúde

A pesquisa mostra que 58% dos pequenos negócios fluminenses já executaram os protocolos de saúde, 21% já começaram a efetuar as alterações necessárias, 8% apresentaram dificuldades de concluir as modificações e 13% desconhecem quais protocolos devem seguir. 

Para quem tem alguma dúvida, o Sebrae disponibilizou, de forma gratuita, orientações para todos os segmentos retomarem seus negócios de maneira segura. Para acessar o conteúdo, basta clicar no link.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *