segunda, 17 de maio de 2021

Queda de luz em hospital do Rio provoca transferência de bebês

Hospital Municipal Pedro II ficou sem energia por mais de três horas. Foto: Reprodução

O Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro, sofreu neste sábado (24) um blecaute e ficou sem energia por mais de três horas. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, às 11h, o fornecimento foi restabelecido e a situação, normalizada. Segundo a direção do Pedro II, houve uma falha na rede de energia do complexo hospitalar, o que ocasionou a queda de luz às 7h50.

A secretaria informou que equipes de manutenção do próprio hospital, da companhia de energia Light e da Companhia Municipal de Energia e Iluminação RIOLUZ foram acionadas. “O circuito danificado era dentro do próprio hospital, após o conjunto de geradores que, por isso, não foi acionado. Foi necessário tempo para que fosse substituído. Não houve problema na rede da Light”, afirmou a secretaria em nota.

A pasta destacou que “é importante deixar claro que equipamentos essenciais à vida, como respiradores, contam com bateria própria que duram de seis a 24 horas, o que garante o funcionamento e a assistência aos pacientes”.

Com a falta de energia, a secretaria chegou a acionar um plano de contingência para, se necessário, remover pacientes para outras unidades. Segundo a secretaria, três recém-nascidos, que estavam na unidade de terapia intensiva (UTI) neonatal, foram transferidos para hospitais municipais – dois para o Albert Schweitzer, em Realengo, e um para o Rocha Faria, em Campo Grande, ambos na zona oeste.

Light

Em nota, a Light, responsável pelo fornecimento de energia da unidade, informou que não houve qualquer interrupção de fornecimento de energia para o Hospital Pedro II, em Santa Cruz, nem nos arredores. A companhia acrescentou que o fornecimento ao hospital é feito por meio de duas linhas de distribuição, uma principal e uma reserva, para casos de ocorrência na linha prioritária. “Ambas as linhas estão funcionando normalmente e à disposição do hospital”.

Conforme a Light, técnicos da companhia que se dirigiram ao hospital foram informados pelos responsáveis pela manutenção da instituição que foi constatado um defeito nas instalações elétricas internas. “Esta ocorrência, assim como o seu reparo, é de responsabilidade do cliente. Mesmo assim, equipes da Light permaneceram no local para ajudar os técnicos do hospital nos reparos, que já está com o serviço normalizado”, completou a Light.

Agência Brasil

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');