quinta, 03 de dezembro de 2020

Quem não ceder lugar em ônibus vai pagar multa

Ouça a reportagem

Medida já está em vigor (Foto: Arquivo)

Todos os assentos do transporte público do Rio de Janeiro passaram a ser preferenciais, conforme determinação da Prefeitura do Rio em decreto publicado no Diário Oficial do município desta terça-feira (26). A legislação prevê multa de R$ 100 e desembarque compulsório para usuários que, sem justificativa, não cederem o lugar.

A medida se estende a todos os modais de transporte público que atuam no município. Compõem o público prioritário idosos com idade igual ou superior a 60 nos, gestantes, pessoas acompanhadas com crianças de colo e pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, incluindo obesos que apresentem dificuldade de locomoção.

De acordo com o decreto, para aplicação da multa e desembarque compulsório “o condutor do veículo deve acionar a Guarda Municipal ou agente de segurança pública ou privada competente”.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Quem não ceder lugar em ônibus vai pagar multa

  1. O que mais vejo é a parte dos estudantes eles nem se manifestam em seder o lugar, até o prioritário olham para a cara da gente e ainda dá aquele ar de deboche, infelizmente é a realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *