terça, 27 de outubro de 2020

Reforço na frota de limpeza para Niterói

A Prefeitura de Niterói entregou 49 novos equipamentos para a Companhia de Limpeza Urbana (Clin). Foto: Leonardo Simplício/Ascom Niterói

A coleta de lixo e limpeza de Niterói terão um reforço a partir desta quarta-feira (11). Foram entregues 49 novos equipamentos para a Companhia de Limpeza Urbana (Clin) – um investimento de R$ 14 milhões. A Clin recolhe, diariamente, quase 600 toneladas de resíduos na coleta domiciliar e 100 toneladas na varrição das ruas da cidade.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, ressalta a importância da chegada dos novos equipamentos para a cidade, que já conquistou o primeiro lugar do estado e segundo do país no Índice de Sustentabilidade da Limpeza Urbana (ISLU) 2019, levantamento do Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Urbana e da consultoria PwC Brasil que analisou as cidades brasileiras com mais de 250 mil habitantes.

“A Clin olha para o futuro com a implantação da coleta seletiva nas escolas municipais e com o desenvolvimento do projeto de biodigestão que vai transformar resíduos em energia. Uma forma inteligente de dar um destino aos resíduos”, destaca o prefeito.

Luiz Carlos Fróes, presidente da Clin, informa que os equipamentos chegam para modernizar, substituir a frota e coroar o trabalho desenvolvido. Entre os veículos estão caminhões de lixo e retroescavadeiras.

“Tivemos grandes conquistas em Niterói. Além do excelente desempenho no ranking de Limpeza Urbana, aumentamos nossos pontos de entrega voluntária, criamos a coleta itinerante, implantamos a coleta seletiva em São Francisco e Charitas. Agora renovamos toda a frota de veículos e equipamentos da Companhia e estamos finalizando o concurso de gari”, frisa o presidente.

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Axel Grael, destaca os projetos da Clin sobre logística reversa para a população da cidade.

“É um momento de celebração em que a companhia se equipa e se prepara para prestar um serviço cada vez melhor para atender a população. Isso é relevante porque a Clin já é considerada a segunda melhor empresa em relação à gestão de resíduos no país. Com os novos equipamentos, vamos expandir e melhorar o trabalho de coleta seletiva, que é uma marca de Niterói”, explica Axel. Ele lembra que Niterói implantou o primeiro projeto de coleta seletiva no Brasil, em parceria com a Universidade Federal Fluminense, na década de 1990.

“O lixo não é só lixo. Com a logística reversa, ele volta para seu local de origem para que dê início a um novo ciclo. Como ambientalista e servidor público, fico muito feliz de ver quando uma empresa é bem gerida e bem equipada para exercer seu papel com excelência”, disse Axel Grael.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Reforço na frota de limpeza para Niterói

  1. A CLIN faz um bom trabalho ,mas infelizmente a população precisa muito melhorar seus hábitos. Existe uma grande insistência por parte de muitos depositarem lixo e restos de móveis nas ruas, principalmente no bairro de São Lourenço. A prefeitura precisa fiscalizar e aplicar multas. No bairro de São Lourenço, por exemplo, pessoas e veículos depositam lixo em vários locais, principalmente no Caminho Velho de São Lourenço que é uma rua paralela à rua São Lourenço, essa rua tem uma oficina e uma empresa de homologação de Gnv, e o pior é que essa rua passa atrás de um codomínio. A CLIN recolhe e horas depois já tem lixo no local, fora os veículos que chegam lotados de restos de obras e móveis despejam tudo no local sem a menor preocupação. Não basta apenas ter mais caminhões para recolher lixo, tem que ter combate à desordem urbana que provoca o acúmulo de lixo nas ruas. Há anos que na Travessa Santo Antonio , também no bairro de São Lourenço existem números lavajatos clandestinos com um monte de vasilhames e caixas d’água, acumulando água e fazendo muita sujeira no local, e as secretarias responsáveis nada fazem. O local é uma bagunça total , fios com ligações elétricas clandestinas para uso de bombas e aspiradores colocados no caminho das calçadas colocando em risco quem passa no local. A rua é uma bagunça total.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *