quarta, 28 de outubro de 2020

Reviravolta no caso dos cemitérios de SG

CPI, SG, MP, Prefeitura
Manifestantes foram à sede do MP em SG cobrar ações dos promotores (Foto: Anderson Justino/Colaboração)

Um grupo se reuniu na tarde desta terça-feira (22) para um protesto na frente da sede do Ministério Público Estadual em São Gonçalo. Eles cobraram ações na investigação sobre desvio de verba da Prefeitura do município. A denúncia contra a primeira-dama Eliane Nanci, acusada de utilizar indevidamente recursos que deveriam ser destinados aos cemitérios da cidade, foi arquivada por falta de provas, segundo o MP. Entretanto outro inquérito será aberto, dessa vez contra a ex-funcionária da prefeitura Paola Ribeiro, que atuava como coordenadora geral dos cemitérios.

Segundo o MP, alvo das investigações, a esposa do prefeito José Luiz Nanci apresentou documentos e extratos comprobatórios sobre a verba recebida dos cemitérios em 2018 e considerando a Lei Orgânica do Município que desobriga que a verba recebida pela pasta seja utilizada na mesma área, o Ministério Público informa não ter identificado irregularidades.

Porém, um outro inquérito será aberto para investigar as transações financeiras efetuadas pela então denunciante do caso, Paola Ribeiro, na época à frente dos cemitérios do município. Era ela a responsável pelos repasses dos valores recebidos nos cemitérios para a prefeitura, segundo informou MP.

Em nota, a Prefeitura de São Gonçalo informou que sempre atendeu as demandas do MP.

“Desde o início da sua gestão (2017), o atual governo tem se mostrado empenhado em atender as demandas do MP. Prova disso foi ter procurado o órgão da Justiça estadual ainda no primeiro semestre de 2017 para apontar os problemas relacionados aos cemitérios da cidade. O encontro está devidamente documentado e nele se constata se tratar de questões antigas no setor.

Sendo assim, todo apoio que o MP precisar continuará sendo oferecido pela Prefeitura de São Gonçalo. Caso haja punição da Justiça a algum funcionário da Prefeitura, as medidas cabíveis serão adotadas de acordo com cada caso”.

cova, pacheco, cemitério
Cova rasa é uma das irregularidades encontradas no cemitério do Pacheco (Foto: Ibici Silva)

CPI dos cemitérios

Após a realização de Audiência Pública, em junho, para debater sobre uma denúncia de desvio de dinheiro público nos cemitérios públicos de São Gonçalo, foi instaurada no último dia 4 de dezembro, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Cemitérios na Câmara Municipal. O vereador Sandro Almeida trouxe a denúncia da ex-funcionária do governo, coordenadora dos cemitérios na gestão do prefeito Nanci. No mesmo mês, a denúncia acabou arquivada pelos vereadores da Câmara.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Reviravolta no caso dos cemitérios de SG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *