segunda, 19 de outubro de 2020

Rio irá receber câmeras termais para detectar febre

A pessoa identificada com febre pela tecnologia será convidada a realizar os testes necessários para a identificação da doença. Foto: Jing Zhang/ONU News

Locais de grande fluxo de pessoas no Estado do Rio podem receber câmeras termais, com a finalidade de detectar pessoas com febre. Isso é o que determina a lei 8820, de 14 de maio de 2020, publicada no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (15).

O objetivo é a prevenção de doenças infectocontagiosas individual e coletiva do cidadão, nas inspeções sanitárias realizadas pela Secretaria de Estado de Saúde.

Segundo o texto, entende-se como locais de grande fluxo os terminais de transporte público, como metrô, barcas, rodoviárias entre outros, bem como os mercados e estabelecimentos que mantiverem suas atividades inalteradas.

A pessoa identificada com febre pela tecnologia será convidada a realizar os testes necessários para a identificação da doença, sendo impedida a imposição de realização do exame, a pessoa será retirada do local.

O Poder Executivo regulamentará a Lei, que já está em vigor.

Publicada às 11h08

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *