sábado, 24 de outubro de 2020

Sábado será marcado pelo Dia D do Sarampo em SG

Dos 658 casos no estado desde o ano passado, 412 foram registrados em crianças com até nove anos, ou 62,6%. E, até o momento, apenas 23,3% da meta de vacinados foi alcançada. Foto: Mauricio Bazilio / SES

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) promove, neste sábado (7), mais um Dia D contra o Sarampo no Rio de Janeiro. A iniciativa, que tem por objetivo mobilizar a população fluminense a tomar a vacina, acontece em postos de saúde dos 92 municípios do estado.

A SES terá equipes em caminhões itinerantes para ajudar a imunizar moradores de quatro cidades: Rio de Janeiro, São Gonçalo, Japeri e Arraial do Cabo, das 8h às 14h.

A meta do governo estadual é vacinar durante a campanha três milhões de pessoas, entre seis meses e 59 anos de idade, a fim de evitar uma possível epidemia da doença. Dos 658 casos no estado desde o ano passado, 412 foram registrados em crianças com até 9 anos, ou 62,6%.

A SES também orienta que gestantes e imunodeprimidos (pessoas cujo sistema imunológico está enfraquecido) não devem se vacinar. Desde o início da campanha, que começou em 13 de janeiro, cerca de 700 mil pessoas foram imunizadas em todo o estado, apenas 23,3% da meta definida pelas autoridades sanitárias estaduais. O horário de vacinação nos postos municipais será definido por cada prefeitura.

“A SES age desde o ano passado de forma preventiva com relação ao sarampo. Antecipamos o início da campanha, promovemos o primeiro Dia D em fevereiro, e treinamos médicos, enfermeiros e técnicos para identificar sintomas da doença. Também utilizamos caminhões itinerantes para percorrer várias cidades e instalamos pontos fixos de vacinação em locais com grande circulação de pessoas, como a Rodoviária Novo Rio, Aeroporto Santos Dumont, estação de metrô, entre outros. Os cidadãos fluminenses precisam se vacinar contra o sarampo, pois o risco é real”, explicou Edmar Santos, secretário de Estado de Saúde.

Neste sábado (7), caminhões da SES estarão nos seguintes endereços: Praça Almirante Júlio de Noronha, no Leme (Rio de Janeiro); Praça do Relógio, no Alcântara (São Gonçalo); Praça Olavo Bilac, Engenheiro Pedreira (Japeri); e Rua Almirante Tamandaré, no bairro Canaã (em frente ao Hospital de Arraial do Cabo).

Um ponto fixo também será montado no Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel, Zona Norte carioca. Nas últimas semanas, os veículos itinerantes estiveram em bairros do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, São João de Meriti, Niterói, São Gonçalo, Saquarema, Belford Roxo, Itaboraí, Araruama, Japeri, Maricá, Cabo Frio e Arraial do Cabo.

De janeiro até o dia 3 de março, a Subsecretaria de Vigilância em Saúde da SES confirmou 196 casos de sarampo no estado, distribuídos pelas seguintes cidades: Armação de Búzios (1), Barra do Piraí (1), Belford Roxo (14), Duque de Caxias (34), Maricá (1), Mesquita (2), Nilópolis (4), Niterói (21), Nova Friburgo (9), Nova Iguaçu (25), Paty do Alferes (1), Petrópolis (3), Queimados (2), Rio Bonito (2), Rio de Janeiro (54), São João de Meriti (16) e Teresópolis (6). No ano passado, foram registrados 462 casos da doença.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa, sendo transmitida por meio da fala, da tosse e do espirro. Os principais sintomas são mal-estar geral, febre, manchas vermelhas que aparecem no rosto e vão descendo por todo o corpo, tosse, coriza e conjuntivite.

A vacina é fornecida pelo Ministério da Saúde e estará disponível gratuitamente em postos de saúde municipais de todos os 92 municípios fluminenses.

Casos em que a vacina não deve ser administrada

Pessoas que apresentarem doenças agudas febris moderadas ou graves recomenda-se adiar a vacinação até modificação do quadro com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença.

Também não é indicado o imunizante a quem recebeu imunoglobulina, sangue e derivados, transplantados de medula óssea, e também a quem apresenta alergia ao ovo e gestantes.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *