domingo, 17 de janeiro de 2021

Saiba as melhores espécies para serem plantadas em Niterói

Publicação faz parte de um conjunto de ações implementadas para proteção, reflorestamento e planejamento de áreas verdes e urbanas. Fotos: Douglas Macedo – Ascom Niterói

Com o objetivo de promover uma arborização planejada e adequada para as vias públicas da cidade, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser) lançaram na manhã desta quinta-feira (3) o Manual técnico de Arborização Urbana de Niterói. A cidade conta hoje com 56% de suas áreas verdes protegidas. Desde 2013, o município já plantou cerca de 159.124 mil árvores.

O Manual de Arborização contempla diretrizes para o planejamento, implantação e manejo da arborização, bem como técnicas para a execução dos serviços de poda, supressão e transplante arbóreo. O morador de Niterói já pode consultar a publicação e entender o melhor tipo de planta para cada espaço.

Entre as espécies de pequeno porte estão Guatambuzinho, Pata-de-vaca, Urucum, Bougganvile/Três-marias; de médio porte estão Tamanqueiro, Cajueiro, Angico-branco, Angico-vermelho; de grande porte aparecem Peroba-rosa, Gonçalo-alves, Aderno, Canjarana.

Para conferir a lista completa, acesse o manual que está disponível gratuitamente nos sites www.smarhs.niteroi.rj.gov.br e www.seconser.niteroi.rj.gov.br.

Com o objetivo de proporcionar o melhor desenvolvimento das árvores e promover maiores benefícios ao ambiente urbano, a publicação conta ainda com sugestões de espécies adequadas, listagem de equipamentos necessários e orientações para o passo a passo dos plantios.

“O programa Niterói Mais Verde nos permitiu plantar milhares de árvores na cidade. O lançamento do Manual Técnico de Arborização, que foi aprovado pela Câmara Técnica de Áreas Verdes, foi  mais um grande avanço. É mais um passo para darmos sequência ao nosso Plano Municipal de Mata Atlântica, que está sendo elaborado, e dar início ao Plano Diretor de Arborização” disse Eurico Toledo, secretário municipal de Meio Ambiente. Ele também destacou a importância das ações educativas com crianças e jovens.

As secretarias também iniciaram, de forma simbólica, a instalação de placas de identificação botânica no Horto do Barreto. Serão 35 placas que identificarão as espécies da flora no local. Engenheiros florestais, ambientalistas e funcionários da Administração Regional do Barreto participaram do lançamento.

“A instalação das placas padronizadas está começando pelo Horto do Barreto, depois vamos ampliar para Campo de São Bento, Horto do Fonseca e Horto de Itaipu”, explica a secretária de Conservação, Dayse Monassa. “Algumas árvores que serão identificadas também estão no Guia Botânico, então será possível usar o QR Code da placa para acessar mais informações sobre a espécie. Muitas crianças não conhecem espécies como o pau-brasil, por exemplo. E através desse sistema teremos uma ação educativa para que elas conheçam a flora que temos na cidade e nos parques”.

Projetos 

Entre as ações da Prefeitura de Niterói para preservação e recuperação de áreas verdes estão o projeto Verdes Notáveis, que consiste no plantio de mudas adequadas ao mobiliário urbano e que não conflitem com a fiação; o Guia Botânico de Niterói, que identificou espécies de árvores em toda a cidade; e os três hortos viveiros que armazenam e produzem mudas nativas da Mata Atlântica para plantio de reflorestamento em praças, ruas e avenidas.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *