quinta, 26 de novembro de 2020

Sala João Pedro é inaugurada em São Gonçalo

Sala de Leitura na Escola Municipal Salgado Filho, em Itaoca, no Complexo do Salgueiro. Foto Divulgação

Em uma forma de honrar a memória do adolescente João Pedro, morto em maio, após ação policial em São Gonçalo, foi aberta na manhã desta quarta-feira (30), uma Sala de Leitura na Escola Municipal Salgado Filho, em Itaoca, no Complexo do Salgueiro.

Por conta da pandemia e de todos os protocolos de segurança, inicialmente a sala vai funcionar em horário reduzido, de 9h às 14h.

Além de ser um espaço voltado à leitura, a unidade contará com atividades como canto, teatro, libras e preparatório para concursos. Atualmente, a escola, que foi a primeira onde o adolescente estudou, conta com 241 alunos e possui educação infantil, pré 1 e pré 2, além do 1° ao 5 ano do ensino fundamental. 

“Essa homenagem é muito emocionante para nós familiares. Os sonhos dele foram roubados. O João gostava muito de estudar e nada melhor do que manter a memória dele viva, através de um espaço de conhecimento nesta escola onde iniciou os estudos e onde eu trabalhei”, explica a mãe do adolescente, Rafaela Coutinho, 37 anos. 

Esta foi a terceira Sala de Leitura aberta no município em uma parceria entre a Prefeitura e a ONG AfroTribo. A primeira foi a Sala de Leitura Ruth de Souza, em Venda da Cruz, e a segunda foi a Sala de Leitura Conceição Evaristo, no Boaçu. 

A presidente da ONG que atua em 92 comunidades carentes em São Gonçalo, Paula Dias, explica a importância do serviço para as crianças que estudam e moram no local. 

“Minha expectativa é quebrar paradigmas e ver essas crianças terem um ensino de qualidade, um pré-vestibular para os que sonham com uma carreira. Quero que as pessoas aproveitem ao máximo tudo que a gente tem para oferecer”, celebra. 

A homenagem foi acompanhada por diversas pessoas ao redor do mundo através do aplicativo de vídeo Zoom, entre elas João Luis Silva, mobilizador social da ONG Rio de Paz, e Wanderson Geremias, o WG, superintendente de Juventude da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude.

O jogador do Fluminense, Paulo Henrique Ganso, enviou uma camisa autografada do time do coração do adolescente aos familiares, além de uma mensagem por vídeo. 

Além de cobrar uma resposta das autoridades, o pai do João, Neilton da Costa, 41 anos, agradeceu pela homenagem.

“Estamos emocionados e agradecidos pela oportunidade de honrar a memória do nosso filho. Sou tricolor e também estou muito surpreso e feliz com este presente”, concluiu. 

O secretário de Educação, Maurício Nascimento disse que a adminsitração municipal está construindo uma política pública de bibliotecas e, com isso, trazendo a ideia de uma biblioteca viva.

“Queremos transformar o antigo espaço destinado a guardar livros e receber pesquisas. A biblioteca viva, hoje, tem como objetivo transformar a sala de leitura em um espaço dinâmico, de grande atração para os gonçalenses”, explica.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *