domingo, 17 de janeiro de 2021

Saquarema negocia compra da vacina contra Covid-19

Praia, Saquarema, boqueirão, igreja, praça, cidade
Duzentas mil doses seriam adquiridas para Saquarema assim que o imunizante tivesse a liberação de uso pela ANVISA. Foto: Arquivo/Plantão Enfoco

A Prefeitura de Saquarema iniciou negociação para adquirir doses da Vacina Butantan – Sinovac/COVID-19 e imunizar a população da cidade. De acordo com o primeiro contato entre o Executivo Municipal e o instituto de pesquisas paulistano, duzentas mil doses seriam adquiridas para Saquarema assim que o imunizante tivesse a liberação de uso pela ANVISA.

A quantidade de doses a serem adquiridas se dá por conta da população da cidade. Com uma taxa estimada pelo IBGE em 90.513 habitantes, a Prefeitura optou por 200 mil unidades visto que a vacina do Butantan necessita da aplicação de duas doses, em um prazo de 14 dias. Quase 20 mil doses (ou 10% do total) seriam para estoque e uso caso haja necessidade.

“Temos acompanhado a corrida pelas vacinas no mundo. Várias estão com seus estudos concluídos ou em análise. Temos que avaliar questões técnicas, médicas e orçamentárias para adquirir a melhor vacina para a nossa população. Nesse momento, não estamos comprando. Mas, iniciamos a negociação para que, assim que haja a liberação da ANVISA, possamos estar na frente e iniciar a vacinação em massa da nossa população”, afirmou a Prefeita Manoela Peres.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, das 214 vacinas que estão sendo desenvolvidas atualmente contra o Coronavírus em todo o planeta, 52 já estão sendo testadas em humanos, das quais 13 estão na última fase desta etapa de pesquisa, a chamada fase 3. Entre elas, está a vacina do Butantan.

Os estudos da vacina Sinovac começaram a ser feitos no início de maio. As duas primeiras fases investigaram se o imunizante é seguro e se consegue gerar uma resposta do sistema imunológico. A vacina teve bons resultados em ambos os critérios e os resultados foram divulgados e publicados na revista The Lancet, uma das mais prestigiadas do meio científico no planeta. O estudo concluiu que a vacina é segura ao apontar que nenhum efeito colateral grave relacionado à vacina foi identificado dentro dos 28 dias em nenhuma das duas fases da pesquisa.

De acordo com o Governo do Estado de São Paulo, a produção das doses da vacina Butantan/Sinovac já foi iniciada. O instituto, que desenvolve vacinas, soros e diversos medicamentos há 120 anos, tem capacidade de envase diário de 600 mil a um milhão de doses. Até o momento, 11 estados e 912 municípios já manifestaram interesse em adquirir doses da vacina.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *