quinta, 29 de outubro de 2020

Secretarias contabilizam escolas sem aulas nesta quarta

Fundação Municipal de Educação avalia quais escolas aderiram ao movimento. Foto: Ibici Silva

Dezenas de profissionais da Educação realizam na manhã desta quarta-feira (24) uma manifestação em frente à Fundação Municipal de Educação (FME) no Centro de Niterói. Segundo o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe) uma paralisação foi marcada para esta quarta, mas nem todas as escolas das redes municipais e estaduais aderiram ao movimento.

“Estamos aqui para Rodrigo Neves dar atenção para a educação de Niterói, estamos abandonados, não temos a mínima condição de trabalho, Rodrigo precarizou a vida do servidor. Nós queremos negociar com o governo e eles sempre desmarcam em cima da hora”, reclama o professor Thiago Coqueiro.

protesto, FME, Educação
Profissionais da Educação fizerem protesto na frente da Fundação Municipal de Educação de Niterói. Foto: Ibici Silva

Segundo o Sepe, além de Niterói e São Gonçalo, o movimento também acontece em Volta Redonda, Cabo Frio, Tanguá, Mesquita, Cachoeiras de Macacu, Itaboraí, Mendes, Nova Iguaçu, Nova Friburgo e Miguel Pereira. O protesto acontece, de acordo com os organizadores, contra a reforma da previdência.

Pela manhã, algumas instituições  estavam fechados em Niterói. Na UMEI Hermógenes Reis, em Santa Bárbara, nenhum funcionário foi encontrado e na Escola Municipal Rachide da Glória Salim Saker, no mesmo bairro, pais de estudantes se queixaram pela ausência de comunicação sobre as atividades escolares. Na mesma região, as escolas Doutor Antônio Coutinho e Bolívia de Lima Gaétho não aderiram ao movimento.

Em nota, A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia e Fundação Municipal de Educação de Niterói, informou que “todas a unidades de ensino abriram nesta quarta-feira (24) e que apenas 2% dos profissionais de educação não compareceram aos locais de trabalho”.

A prefeitura de São Gonçalo, informou que as unidades do município não aderiram a paralisação.

A prefeitura de Itaboraí informou em nota que “até o momento a Secretaria Municipal de Educação não tem informação sobre o número de professores que aderiram à paralisação”. A nota acrescentou dizendo que “todas as escolas municipais estão em funcionamento”.

A Secretaria Estadual de Educação ainda avalia quantos profissionais aderiram ao movimento.

A recomendação aos pais e responsáveis é entrar em contato com a instituição de ensino para confirmar se haverá aula.

Aula protesto

O Sepe Niterói informou que às 14h, os profissionais realizarão uma aula pública na Praça Arariboia, segundo o sindicato “denunciando o descaso do governo de Rodrigo Neves com a educação e dialogando com a população sobre a contra reforma da previdência.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *