sábado, 24 de outubro de 2020

Secretário de Saúde do Estado do Rio é demitido

Edmar Santos deixa a secretaria em meio a pandemia. Foto: Reprodução Redes sociais

O Governo do Estado confirmou na noite deste domingo (17) que Edmar Santos não estará mais a frente da Secretaria de Saúde. Segundo a nota divulgada, o motivo seria “por falhas na gestão de infraestrutura dos hospitais de campanha para atender as vítimas da Covid-19”. A exoneração será publicada do Diário Oficial desta segunda-feira (18).

Desde da manhã deste domingo, a saída de Edmar já era especulada e ganhou força no início da tarde quando interlocutores do governo afirmaram que Edmar ficou desgastado após uma série de denúncias, que resultaram na prisão do subsecretário Gabriell Neves por fraudes em contratos emergenciais. A exoneração se confirmou na noite deste domingo em uma nota assinada pelo governador Wilson Witzel.

De acordo com Estado, apesar do desgaste Edmar continua no governo e irá dirigir uma comissão de notáveis no enfrentamento à pandemia do coronavírus. O Governo não deu detalhes sobre a comissão.

O novo titular da pasta será o atual diretor-geral do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle, Fernando Ferry.  Clínico-geral e especialista em Aids, Fernando Ferry atuava como diretor-geral do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle e foi professor associado de Clínica Médica e Aids da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio).

Publicada às 18h20

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *