sexta, 30 de outubro de 2020

Seop reforça proibição para Bloco das Piranhas

Pelo segundo ano consecutivo, as autoridades não autorizaram o bloco das Piranhas, em Niterói, que aconteceria nesta segunda-feira (31). Apesar da proibição, alguns grupos se programam nas redes sociais para realizar a festa por conta própria. O secretário Municipal de Ordem Pública, Gilson Chagas, informou que qualquer movimentação envolvendo som alto na rua será caso de polícia.

Ainda segundo o secretário, as autoridades não podem impedir o encontro de grupos na cidade, mas podem realizar a apreensão de carros e caixas de som.

“O único evento marcado para acontecer no dia 31 no município é o Réveillon. Qualquer grupo que queira se caracterizar e ir para a Avenida Amaral Peixoto tem a liberdade de ir e vir, mas não pode atrapalhar a mesma liberdade para o restante da população”, afirmou.

O Bloco das Piranhas aconteceu por mais de três décadas em Niterói, mas foi cancelado pela prefeitura no ano passado por conta da estratégia de segurança, já que boa parte do efetivo se concentra na Praia de Icaraí para o Réveillon.

Mesmo com o cancelamento em 2017, dezenas de pessoas se reuniram no Centro da cidade para o festejo, mas foram impedidas de desfilar pelas autoridades.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *