sábado, 24 de outubro de 2020

Temor de Coronavírus pode antecipar entrega de hospital em Maricá

Hospital poderá ser entregue antes do tempo. Foto: Ibici Silva

O Hospital Municipal Ernesto Che Guevara, no bairro de São José do Imbassaí, em Maricá, pode ter a inauguração antecipada, diante da pandemia do novo Coronavírus. O anúncio foi feito pelo vice-presidente da Câmara de Vereadores de Maricá, Felipe Auni (PSD).

Inicialmente prevista para abertura em abril, de acordo com o parlamentar a antecipação é uma medida emergencial, pois a unidade de saúde depende da liberação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) para funcionamento.

“O prefeito quer tomar uma atitude drástica e emergencial diante da pandemia do Coronavírus, embora a cidade de Maricá ainda não tenha nenhum caso confirmado. O hospital já tem a parte interna toda pronta, com 20 leitos de CTI e sete de isolamento, as quais podem ser utilizadas nesse processo gravíssimo que estamos vivendo”, revela o vereador.

De acordo com Auni, a medida partiu do próprio governador Wilson Witzel (PSC), mas o prefeito Fabiano Horta (PT) precisa da liberação do TCE, ‘mas com o apoio do Estado acreditamos que essa medida possa ser realizada’, garante o parlamentar.

Felipe Auni ainda ressaltou que na tarde desta segunda-feira (16), que o secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, visitará a cidade para tratar do gabinete de ação sobre o novo Coronavírus.

Durante sessão plenária o vereador aproveitou para explicar que funcionários da Prefeitura, e que estão no quadro considerado de risco, foram liberados para trabalhar de casa. O abono natalino também poderá ser liberado para servidores do município por causa da quarentena, já que escolas estão fechadas por tempo indeterminado.

“Diante de muitas pessoas que estão em casa durante esse período de quarentena, o prefeito já estuda a liberação do abono de natal, que auxiliará nas compras de alimentos, medicamentos e insumos, o pedido já foi enviado para procuradoria do município”, disse Auni.

Sessões suspensas

Presidente da casa legislativa, o vereador Aldair de Linda (PT) solicitou, junto à mesa diretora da Casa, o pedido de recesso das sessões legislativas.

“Mediante essa pandemia, estamos estudando a possibilidade de antecipar o recesso parlamentar, que aconteceria em Julho. O pedido foi encaminhado para Procuradoria da Câmara, onde será estudado e enviado para o Tribunal de Contas do Estado (TCE). Se for concedido não iremos deixar de trabalhar, se alguma mensagem de urgência precisar ser votada iremos estar presentes para votação”, garante.

Se aprovada, a última sessão legislativa acontecerá na próxima quarta-feira (18) e voltará dentro de um mês.

O acesso a Câmara Municipal de Maricá já foi limitado na última sexta-feira (13) para parlamentares, servidores, terceirizados, profissionais da imprensa e de entidades, além de órgãos públicos previamente credenciados, que terão acesso à Casa, salvo prévia autorização do Gabinete da Presidência ou da Direção Geral ou do Parlamentar.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *