sexta, 04 de dezembro de 2020

Terceirizados da UFF entram em greve

Prédio da Reitoria da UFF. Foto: Gabriela Novaes / Arquivo.

Funcionários terceirizados do setor de limpeza da Universidade Federal Fluminense (UFF) entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (18), informou o Sindicato de Asseio, Conservação e Limpeza Urbana de Niterói e região, Sintacluns. Os trabalhadores se reuniram às 9h em frente ao prédio da Reitoria, em Icaraí, para reivindicar o salário referente a fevereiro.

De acordo com o diretor jurídico do Sintacluns, Nézio Francisco, a greve é restrita aos funcionários da empresa Luso Brasileira. “Ao menos 30% do efetivo segue trabalhando na universidade”, complementa. Ao todo, cerca de 300 funcionários atuam na conservação da universidade pela empresa Luso Brasileira.

A Reitoria informou que não há previsão de suspensão dos serviços da universidade por conta da greve do setor. As aulas dos cursos de graduação retornaram normalmente nesta segunda-feira.

A prestadora de serviços Luso foi procurada para esclarecimentos sobre os pagamentos pendentes, mas ainda não retornou.

Em nota, a Superintendência de Comunicação Social da UFF afirma que “o orçamento das universidades não é suficiente para o custeio de suas atividades básicas. A UFF está realizando um profundo estudo dos contratos para enxugar seus gastos e se enquadrar nessa realidade”.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *