terça, 26 de janeiro de 2021

Traição em Niterói, mudanças em SG e Bolsonaro no furacão, 2021 vem aí

Búzios mostram renovação, reforma e ‘casa arrumada’ em 2021. Foto: Pedro Conforte

Após o conturbado ano de 2020, há motivos para ter esperança em 2021. Isso porque nos astros, nos búzios, nas cartas e nos votos de fé, as palavras de ordem para o ano que vem são: reforma e renovação. Entre os anseios mais aguardados está a possibilidade da chegada de uma vacina capaz de imunizar a população contra o novo coronavírus — pandemia que isolou o mundo dentro de casa.

Iniciado em uma sexta-feira, o ano de 2021 tem no candomblé a regência de Oxalá, considerado o ‘orixá pai’ de todas as outras divindades. São relacionados a Ele, as características de: sabedoria, teimosia e divergências. Pela soma dos números (2+0+2+1 = 5 — Odu Oxê), os candomblecistas atribuem a co-regência do ano à Oxum, orixá deusa das águas doces e, às vezes, impetuosas.

“Será um ano de inícios, recomeços e muita sabedoria. Oxalá é um orixá velho e teimoso, por isso podemos ter muita discórdia e divergência nas posições de comando. Já Oxum é a orixá do renascimento, da limpeza, das águas doces. Mas não podemos esperar um ano da calmaria, porque a cascata pode ser branda e de repente se tornar a queda de uma cachoeira”, explica o Pai Gilmar Hughes de Oyá, babalorixá do Egbé Ilè Àsé Oloyá Torun, no Jardim Bom Retiro, em São Gonçalo.

Já no calendário astrológico — que só tem início na entrada em Áries, entre os dias 20 e 21 de março — a regência será de Vênus, cuja influência prioriza as relações amorosas. O começo do ano terá como pano de fundo a regência do Sol, astro-rei que fica no ‘comando’ até findar o período de Peixes (20 de março). Diferentes dos anos anteriores, 2021 contará com o forte impacto astrológico causado pela conjunção dos planetas Saturno e Júpiter, ocorrida no último dia 21.

O ensejo dos dois planetas na casa de Aquário, segundo a astróloga Anny Carolina, ainda pode reverberar pelos próximos 20 anos. Essa energia poderá trazer para 2021, um movimento de transgressão e quebra de paradigmas. Em termos práticos, de acordo com a especialista, Saturno traz a força da cobrança e do desafio, enquanto Júpiter, crescimento e fluidez.

“Só tivemos uma conjunção como essa lá pelo século XVII. Serão tempos de se reinventar, pensar diferente, de refletir sobre ‘estar aqui e o que eu posso fazer para melhorar enquanto sociedade’. São dois planetas fortes coligando numa energia de Aquário, que prioriza o olhar para coletivo”

Na opinião da especialista, os signos em alta em 2021 serão: Libra e Touro. De acordo com Anny, pessoas com Sol em Libra, ou seja, os famosos librianos, estarão com facilidade muito maior para buscar o equilíbrio, uma vez que Vênus rege o signo no elemento Ar. Já pessoas com Sol em Touro, versão terrena de Vênus, terão mais afloradas a razão e a racionalidade.

Empreendedorismo

No ramo dos empregos, o empreendedorismo estará em alta, de acordo com as previsões. Segundo a astróloga, Anny Carolina, a evidência do signo de Aquário, a partir da conjunção do último dia 21, poderá gerar bons frutos para novas ideias e criação de tecnologias. A reinvenção e atualização virtual dos negócios podem ser boas saídas para evitar a obsolescência.

No búzios jogados pelo Pai Gilmar de Oyá (7 – 7 – 8), a expectativa é que o ramo do empreendedorismo virtual ganhe ainda mais força, sobretudo na cadeia de produção direta. Ou seja, de empreendedor para empreendedor.

“As pessoas aprenderão a trabalhar para si e vão ver que assim podem suprir as necessidades do próximo do mesmo ramo. Ou seja, um empreendedor vai suprir a necessidade do outro”, explica.

Dicas

O branco é a cor indicado pelo babalorixá. Foto: Márcio Oliveira/Ascom Niterói

Para o Pai Gilmar de Oyá, devido a regência forte de Oxalá na primeira sexta-feira que abre o ano, o mais assertivo é apostar no tradicional branco. Peças amarelas também podem ajudar a compor o look, para trazer o frescor de Oxum, co-regente de 2021 no candomblé.

Já para a astrologia, a aposta é no rosa, principalmente para quem está buscando um grande amor em 2021. O vermelho — tão dito como a cor da ‘paixão’ — pode atrapalhar o trânsito astrológico, segundo Anny Carolina, porque remete ao planeta Marte, característico pelos conflitos duros.

Previsões

Búzios, Candomblé, matriz africana, religião, fé
Pai Gilmar de Oyá fez previsões para o ano de 2021. Foto: Pedro Conforte

O Plantão Enfoco separou uma série de questionamentos e solicitou aos búzios e ao baralho cigano algumas respostas. Com o ano de novos inícios nas políticas municipais de Niterói e São Gonçalo, após as eleições de 2020, as previsões podem indicar os rumos que as cidades podem tomar pelos próximos 12 meses.

Mudanças em São Gonçalo

Segundo Pai Gilmar de Oyá, a combinação 11 – 7 – 11 no que tange as expectativas para o governo do prefeito eleito de São Gonçalo, Capitão Nelson (Avante), será governo de um, mas teleguiado por outros. Além disso, o candomblecista destaca para uma administração sem muito diálogo com a população e que pode sofrer muitas repressões da sociedade civil.

“Um governante que vai comandar a cidade através de alianças com outros tipos de governo, até de uma esfera maior, para que se faça a forma deles dentro da cidade. Um governo narcisista”

Tiragem feita sobre o governo municipal de São Gonçalo. Foto: Luar Terapias

Já as cartas do baralho cigano da cartomante Juliana Marins, de O Luar Terapias, revela pontos positivos na administração e o surgimentos de figuras — que se assemelham a parlamentares.

“Não será um governo ruim porque tem pessoas que vão fazer a diferença. Figuras como parlamentares vão sobressair nas cobranças, diferentes do último governo. Pessoas novas, na política e de idade, com cabeças abertas vão mexer bastante em São Gonçalo. Vamos começar a ver coisas acontecerem, que estavam abandonadas e estagnadas, mas não será rápido”

Liderança e traição em Niterói

Em relação à continuidade do governo em Niterói, com a posse do prefeito eleito Axel Grael (PDT) — sucessor apontado pelo atual prefeito e colega de partido, Rodrigo Neves — as previsões de ambos são positivas. Nos búzios, a combinação 12 – 11 – 9 mostra poder de liderança e gestão. E nas cartas, apesar de previsão de boa relação e parceria com cidades vizinhas, um caso de ‘falta de lealdade’ pode revelar um escândalo.

“Pode vir à tona um caso ruim de uma pessoa que parecia ser leal, ou que muita gente confiou. Isso será resolvido perante à justiça e pode atrapalhar um pouco início de governo dele. Em contrapartida conta com muita confiança no eleitorado e encontrará muitas portas abertas, com economia crescendo mesmo em passos lentos em parcerias com cidades vizinhas”

Bolsonaro e Witzel

Já a respeito de dois nomes conhecidos e polêmicos da política estadual e nacional, as previsões de ambos jogos não são nada boas. Para Wilson Witzel (PSC), governador afastado do Rio e que passa por um processo de impeachment, a possibilidade é de que novos escândalos venham à tona. Todavia, os dois métodos de previsão destacam que outros nomes serão vinculados às denúncias.

Búzios, Candomblé, matriz africana, religião, fé

“Será um processo vagaroso e temeroso para muita gente, porque ainda tem nomes envolvidos que serão descobertos. Vão surgir casos anteriores e serão confirmadas as denúncias”

Pai Gilmar Hughes de Oyá, babalorixá

Enquanto para o presidente Jair Messias Bolsonaro (Sem Partido), a cartomante Juliana ressalta que as cartas mostram que o chefe da república deve perder ainda mais apoio da opinião pública a respeito. Um nome de dentro da administração de Bolsonaro, escolhido por ele, pode fazer movimentações contra o presidente, mas favoráveis à grande parte da população.

“A carta fala sobre algo sólido como uma árvore que apodrece aos poucos. Podemos ver ainda mais escândalos envolvendo o governo e a família dele. Entretanto, temos uma questão de melhorias, em relação ao trabalho, de maneira lenta mais adiante, não agora”

Fé, simplicidade e esperança

Para o arcebispo, 2020 revelou a importância dos laços de afeto. Foto: Divulgação

Se por um lado as previsões sobre o futuro de 2021 ainda ficam no campo das probabilidades, líderes religiosos de outras crenças também projetam votos de fé para enfrentar um novo ano, após a crise causada pela Covid-19. Para o Arcebispo Dom José Francisco, representante da Arquidiocese de Niterói, no ano que vem, a esperança deve invadir o coração das pessoas com o desejo de que a pandemia possa ser superada, que a vacina seja uma poderosa ajuda para todos e não somente para um grupo de privilegiados.

“O ano de 2020, devido à pandemia, foi um ano dramático, com muitas mortes e com muitos desafios. Mas também foi um ano de oportunidades: fomos chamados a viver com maior simplicidade, tivemos que reaprender a conviver em família, foi um tempo de reinvenção para tantas atividades, e acima de tudo um tempo para reconhecermos que somos irmãos. Devemos também esperar por uma vida mais simples e com a atenção voltada para os mais sofredores. Por isso, devemos nos empenhar para a construção da paz, da comunhão fraterna e da partilha justa”, acredita.

Wandgier Almeida é pastor da Primeira Igreja Batista de Nova Cidade. Foto: Redes Sociais

Já o pastor Wandgier Almeida, da Primeira Igreja Batista de Nova Cidade, em São Gonçalo, afirma que é preciso confiar na figura de Jesus Cristo como salvador para superar toda a dificuldade criada neste ano. Para o líder religioso, é necessário aceitar que todo esse processo também tem um propósito maior de mostrar o que realmente importa.

“Jesus está no controle de tudo. Eu diria até que Ele permitiu isso acontecer, para que a gente pudesse ter mais amor no coração, mais unidade familiar, não dar tanto valor ao dinheiro, porque vimos que não dá para comprar a saúde, ficamos reféns de um vírus. Não tem plano de saúde, dez faculdades, ou presidente de empresa. Todo mundo ficou igual, reféns do vírus e dependente de Jesus. O evangelho significa boas novas, ou seja, nos traz esperanças. Jesus é quem nos conduz e Ele não perdeu controle”

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *