Tumulto na frente da Enel em São Domingos

Protesto acontece na frente da concessionária em São Domingos. Foto: Eduarda Hillebrant

Representantes de associações de moradores de Niterói se reuniram na manhã de terça-feira (30) na frente da concessionária de energia elétrica Enel, em São Domingos, na Zona Sul de Niterói, para tratar das constantes interrupções no fornecimento de luz na cidade. Segundo o presidente da Federação das Associações de Moradores do Município de Niterói (Famnit), Manoel Amâncio, as associações estariam enfrentando dificuldades para serem atendidas pela concessionária.

Segundo ele, a equipe de segurança da Enel teria barrado a entrada dos representantes em reunião agendada pela manhã. Os representantes das associações buscavam retorno da concessionária, pois desde a noite do último domingo diferentes pontos de Niterói continuam sofrendo com falta de energia elétrica. Houve princípio de tumulto em frente a sede, e funcionários da Enel negociaram um novo horário para a reunião, que começou por volta das 11h no auditório da sede.

A Enel informou que restabeleceu o fornecimento de energia para cerca de 95% dos clientes que tiveram o serviço interrompido em decorrência da chuva com fortes ventos e descargas atmosféricas que atingiu a área de concessão da empresa na noite do dia 28. Segundo a distribuidora, em alguns pontos, os ventos de até 105 km/h causaram a queda de árvores inteiras, galhos e objetos sobre a rede elétrica, levando ao chão equipamentos e parte da fiação e tornando ainda mais complexos os serviços de reconstrução da rede que vêm sendo executados pelos técnicos da distribuidora. Em Niterói, São Gonçalo, Maricá, Angra dos Reis e Paraty a Defesa Civil a concessionária relata ter ocorrido queda de mais 184 árvores até o momento.

A empresa destaca que triplicou o número de equipes trabalhando para normalizar o serviço de forma integral. Niterói, São Gonçalo, Região dos Lagos, Magé, Angra dos Reis e Macaé foram as regiões que tiveram o serviço mais impactado.

Em nota, a empresa informou que vai verificar as demandas dos representantes apresentadas na reunião. Esclareceu ainda que o encontro faz parte do projeto Liderança em Rede. Através desta rede, as demandas trazidas pelos representantes comunitários são tratadas de forma específica, através de canais de comunicação personalizados com a empresa, como reuniões mensais.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *