segunda, 26 de outubro de 2020

Vereadores rejeitam pedidos de impeachment

Por 12 votos contra três a favor a Câmara Municipal de Niterói rejeitou, na noite desta quarta-feira (12), os processos que pediam a abertura de impeachment contra o prefeito Rodrigo Neves. A sessão foi marcada por tumulto entre os presentes e galerias lotadas pela população da cidade.

As galerias da Câmara estiveram lotadas na sessão desta quarta-feira (Foto: Anderson Justino/Colaboração)

Os pedidos de abertura para processo de impeachment do prefeito foram protocolados por Maurício Carvalho Martins, do grupo Advogados Pela Liberdade, e por Leonardo Almendra Honorato, do Movimento Brasil Livre. Por orientação da Procuradoria-Geral da Casa, as peças processuais foram juntadas por conta da similaridade dos temas.

Ainda durante a tarde desta quarta, um novo pedido, protocolado pelo presidente do PSOL de Niterói, Thiago Melo, deu entrada na Câmara e também apensada aos outros dois por decisão da maioria dos vereadores em plenário.

A decisão da Câmara não anula o pedido do Ministério Público sobre a cassação do mandato de Rodrigo. Ainda na tarde desta quarta, o presidente em exercício do Legislativo, Milton Carlos Lopes (PP), o Cal, enviou dois ofícios solicitando informações sobre as investigações que levaram a suspensão do mandato do prefeito Rodrigo Neves. Os documentos foram expedidos aos desembargadores Luiz Noronha Dantas, relator do processo investigatório, e a José Eduardo Ciotola Gussem, procurador-geral de justiça do Ministério Público (MP).

O chefe do executivo foi preso na última segunda-feira (10), em desdobramento da Lava Jato, acusado de fazer parte de um esquema envolvendo empresários do setor de transporte público rodoviário suspeito de desviar R$ 10,9 milhões.

Após a prisão de Rodrigo Neves, Paulo Bagueira, presidente da Câmara dos Vereadores, assumiu de maneira interina a Prefeitura de Niterói.

Por 12 votos contra e três a favor, os pedidos de abertura do processo de impeachment foram rejeitados (Foto: Anderson Justino/Colaboração)

Veja como votaram os vereadores:

A favor da abertura do processo:Bruno Lessa (PSDB), Carlos Jordy (PSL) e Paulo Eduardo Gomes (PSOL).

Contra a abertura do processo:Atratino (MDB), Carlos Macedo (PRP), Emanuel Portugal (Solidariedade), João Gustavo (PHS), Leonardo Giordano (PCdoB), Paulo Henrique (PPS), Paulo Velasco (PTdoB), Renato Cariello (PDT), Ricardo Evangelista (PRB), Rodrigo Flach Farah (PMDB), Sandro Araújo (PPS), Verônica Lima (PT).

Abstenção:Talíria Petrone (PSOL)

Não estavam presentes os vereadores Paulo Bagueira (SDD), que está respondendo pela Prefeitura, Leandro Portugal (PV), Betinho (SDD) e Renatinho da Oficina (PTB).

O vereador Milton Cal não votou por estar presidindo a sessão.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *