domingo, 20 de setembro de 2020

Rio Open terá partidas abertas ao público. Saiba mais!

O evento começa dia 15 de fevereiro. Foto: Divulgação

Está chegando o maior torneio de Tênis da América Latina: Rio Open. Você sabe, já publicamos uma matéria aqui sobre. Quem não quer ir a um evento de Tênis no Rio de Janeiro? Oportunidade única. No entanto, o preço dos ingressos é sempre um empecilho para os amantes das raquetes. Afinal, a ATP (Associação de Tenistas Profissionais) não costuma facilitar nesse ponto. Mas há algo a se comemorar: os ingressos estão com um preço muito mais acessível do que já estiveram.

Na edição de 2019 do ATP 500 (categoria em que o Rio Open se enquadra), as entradas bateram R$ 700 e foi tema de muita reclamação. Para 2020, isso melhorou. A seguir daremos mais detalhes sobre a compra de ingressos e, o mais importante: o detalhe das partidas abertas ao público.

A venda de ingressos do Rio Open é realizada pelo site, com preços a partir de R$ 30. A novidade para a edição de 2020 é a comercialização de pacotes:

  • Primeira Rodada (segunda e terça): R$ 173
  • Segunda Rodada (quarta e quinta): R$ 263
  • Finals (sábado e domingo): R$ 668

Eles contemplam os ingressos do setor lateral e são limitados. A Grande Final será uma atração à parte, além da possibilidade de ter o nome gravado no mural do maior torneio de tênis da América do Sul, claro, essa maravilhosa ideia será destinada ao público que garantir o ingresso para a decisão do título de 2020. Lembrando que é possível comprar até 22 ingressos no total e até 4 ingressos por sessão para cada CPF.

Partidas Gratuitas

O evento começa dia 15 de fevereiro, mas a primeira rodada está marcada para o dia 17. Isso acontece porque os dois primeiros dias serão relacionados aos qualifyings.

Qualifying quer dizer qualificatório, qualificação. No Rio Open teremos uma espécie de repescagem. Serão dois dias de partidas que irão mostrar quais atletas estarão classificados para a primeira rodada do torneio.

Nessa fase inicial, destaque para Thiago Wild. O brasileiro está em ascensão na sua carreira. Paranaense, de 19 anos, ele foi vice-campeão da Maria Esther Bueno Cup (torneio que reúne promessas do tênis brasileiro) e, com isso, foi convidado a participar da fase preliminar do torneio.

Thiago subiu mais de 200 posições em um ano. Além dele, Jaume Munar, espanhol, de 21 anos, que já chegou às quartas-de-final na edição de 2019, também estará presente. Ele é o 90º no ranking.

A chave do qualifying é composta por 16 vagas. São 13 tenistas que se classificam diretamente através do ranking, com as outras três vagas preenchidas através de convites, sendo um de Thiago Wild. Outros dois brasileiros deverão ingressar, através dos wild cards. Quem vencer duas rodadas entra na chave principal.

Você poderá curtir tudo isso a partir das 16h direto do Jockey Club na Gávea. As partidas serão gratuitas durante o qualifying (15 e 16 de fevereiro). Para quem não for, é só acessar o site e acompanhar as transmissões ao vivo das partidas.

Filipe Vianna – é um apaixonado por análises táticas e coberturas esportivas. Ele fala sobre futebol e o mundo dos esportes.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *