A exposição ‘A falta’ da paraense Tainá Maneschy entra em exposição a partir desta sexta-feira (28) no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, em Icaraí, na Zona Sul de Niterói. Com entrada franca, as obras retratam o erotismo feminino através de ilustrações.

Ilustradora e artista visual formada em Cinema e pós-graduada em História da Arte, Tainá se apresenta pela primeira vez no Brasil com a exposição. Após o período em Niterói, a artista segue para o Recife, São Paulo e Belém.

“Essa é minha segunda exposição solo, a primeira chamou Dezessete/Dezoito e foi no início desse ano em São Paulo e Belém. Minha relação com Niterói começou com uma grande amiga que mora aqui, então enquanto morava no Rio, estava sempre por aqui. Estou muito feliz de poder trazer meus trabalhos pra expor aqui pela primeira vez”, revela a artista.

A falta

Tainá é ilustradora e artista visual Foto: Divulgação

Segundo Tainá, “A falta” é uma série de ilustrações em tinta acrílica que explora de forma metafórica a ausência como algo onipresente e inevitável, através de uma perspectiva individual da mulher.

Segundo a ilustradora, a exposição traz o erotismo para uma visão feminina, exatamente por ela ser mulher.

“Desde 2017, quando comecei a produzir conteúdo erótico, tenho tido a oportunidade de conversar com mulheres de todos os tipos e lugares. Recebo muitos comentários sobre como rola uma identificação com o que eu tenho feito, tanto na parte física quando no sentimento que eu tento comunicar. A exposição é um trabalho que eu venho desenvolvendo ao longo desse ano todo com o foco na perspectiva feminina da forma mais literal possível”, informa.

De acordo com ela, a ideia é retratar a força, a sensibilidade e a solidão de sentimentos intensos como amor e desejo e fala que o erotismo na arte está repleto de representações de desejos, fantasias e frustrações masculinas.

“A falta, vem reafirmar a presença feminina no universo erótico na arte, buscando entender através do contraste entre as dramáticas e sensíveis interações sexuais e os espaços vazios, quais são as vontades, as memórias, os dramas e as sensações que movem uma mulher numa relação sexual. O prazer e o sentimento existem mesmo quando há uma ausência e independem da outra parte para serem”, finalizou Tainá.

Serviço

Data: 29 de novembro até 6 de dezembro
Valor: Evento gratuito
Classificação indicativa: 18 anos
Local: Centro Cultural Paschoal Carlos Magno Rua Lopes Trovão, s/n, Campo de São Bento, Icaraí, Niterói

Comentários sobre “Exposição sobre erotismo feminino, em Niterói

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *