quinta, 28 de janeiro de 2021

A vez delas no samba em Niterói

Pela primeira vez Niterói passa a integrar o mapa do projeto através da representação do Coletivo de Mulheres na Roda de Samba de Niterói. Foto: Divulgação

No próximo dia 12 de dezembro acontece a terceira edição do Encontro Nacional de Mulheres na Roda de Samba, sendo este o maior evento de visibilidade feminina ocorrendo, concomitantemente, em 18 estados e seis países, totalizando 32 cidades nacionais e internacionais.

Pela primeira vez Niterói passa a integrar o mapa do projeto através da representação do Coletivo de Mulheres na Roda de Samba de Niterói. Todo ano uma artista feminina é homenageada e este ano o evento será dedicado à Elza Soares e todas as cidades farão a abertura da transmissão às 17h (horário de Brasília), cantando “Malandro” (Jorge Aragão/Jotabê), seguindo para o “Lata D’Agua” (Luís Antônio – Jota Jr.), e ” Vila Matilde ” (Douglas Germano).

O público pode assistir ao show de Niterói no clube AABB, em São Francisco (sujeito a lotação máxima de 100 convites, seguindo as normas de segurança) ou pelo Facebook do Mulheres na Roda de Samba ou pelo canal do youtube Coletivo Mulheres no Samba Niterói.

A abertura do coletivo teve aderência imediata de cantoras consagradas da cidade como Mônica Mac, Andréa Beat, Jack Rocha, Dandara Alves, Maria Menezes e Adriana Dutra e abriu inscrição para quem quisesse entrar para o mercado da música.

A proposta de criar um coletivo de mulheres na roda de samba surgiu da necessidade de agregar profissionais de diversas áreas de trabalho, que ocupam espaços ocultos dos eventos, que são os bastidores.

Em um período de uma semana, a produtora responsável pelo Coletivo de Niterói, Camille Siston, recebeu cadastro de diferentes áreas, desde produção, fotografia, até massoterapia.

Durante uma semana, o coletivo recebeu inscrição de cantoras, instrumentistas, fotógrafas e até de massoterapeuta, que propôs fazer sessão de massagem nas instrumentistas antes do show.

Niterói sempre foi uma cidade conhecida por exportar grandes nomes da música brasileira, como Ismael Silva, Cauby Peixoto, Arthur Maia, entre muitos outros, e no time feminino temos as cantoras Baby do Brasil e Zélia Ducan.

Nas rodas de samba, Niterói atravessou a fronteira com a cantora Maria Menezes, vocalista do Grupo Arruda, banda de samba com bastante notoriedade no meio musical.

Nascida em Niterói, Maria fala sobre a importância deste novo movimento na cidade.

“Niterói é celeiro de mulheres potentes, unir forças para dar visibilidade a cada uma de nós, era mais do que necessário, senão urgente. Temos muito que agregar na cultura da cidade”, avalia a cantora.

Encontro Nacional de Mulheres na Roda de Samba

O formato do Encontro Nacional das Mulheres na Roda de Samba acontece simultâneo, no mesmo dia e mesmo horário, às 17h de Brasília, cantando as mesmas músicas na abertura que homenageia a diva Elza Soares.

Em seguida, cada cidade apresenta um show privilegiando as compositoras que abriram portas para a projeção de um mercado feminino, como Dona Ivone Lara, Clara Nunes, Beth Carvalho, Elizeth Cardoso e Leci Brandão.

O público pode acompanhar a transmissão de cada cidade através da página de facebook do projeto: Mulheres na Roda de Samba. Quem quiser acompanhar pelo canal do youtube vai fazer um giro em todas as cidades. Pois a transmissão do canal vai intercalar ao vivo as transmissões de cada cidade.

Toda a transmissão será feita através da página do facebook do Mulheres na Roda de Samba. Basta acessar a página de vídeos, e às 17h, todas as cidades entram ao vivo. Quem preferir assistir pelo Youtube, pode assistir no canal do Coletivo Mulheres no Samba Niterói.

Serviço

Canal no Youtube (clique aqui)
Instagram: @mulheresnosambadeniteroi

Valor do ingresso: R$ 25,00
Abertura: 15h / Início do Show: 17h

Como comprar

Depósito em conta corrente:
Banco: Itaú
Agência: 6022
Conta corrente: 23817-1
Favorecido: Canal Produções e Eventos
CNPJ: 10.459.963/0001-01

Envio do comprovante para o e-mail: [email protected]

www.mulheresnarodadesamba.com.br
Realização e produção: Camille Siston

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *