quinta, 28 de janeiro de 2021

As estreias da Netflix que valem a pena!

Imagem: Reprodução/Youtube

“O Preço da Perfeição” é a nova série da Netflix baseada no livro “Tiny Pretty Things” e teve sua estreia nesta segunda-feira (14).

A série baseada no livro de Sona Charaipotra e Dhonielle Clayton se passa em uma escola de dança de elite de Chicago e acompanha a trajetória de altos e baixos dos alunos que vivem longe de casa e vivem entre o sucesso e o fracasso.

A “Archer School of Ballet” é um local para vários tipos de dançarinos, os pobres e ricos, de diferentes regiões e classes sociais.

A série já começa com o primeiro episódio cheio de mistério e com a morte da aluna mais prestigiada da escola. Sendo assim Neveah (Kylie Jefferson) é chamada para fazer parte da escola como substituta da aluna.

A mídia tem feito várias referências e a principal é com o filme “Cisne Negro” que na verdade envolvem o mesmo mundo: o ballet, desavenças e mistérios.

Se preparem para imergir nesse mundo de competição e tensão que envolvem as protagonistas ao longo da primeira temporada.

Alice in Borderland

Imagem: Reprodução/Youtube

No momento pandêmico em que vivemos e em período de quarentena, a Netflix apostou em conteúdos internacionais e “Alice in Borderland” é uma delas. A série de sobrevivência baseado no mangá de suspense do mesmo nome foi uma grata surpresa para mim.

A história acompanha Arisu, um jovem apático, desempregado e vidrado em videogame. De repente, ele aparece em uma versão estranha de Tóquio, onde precisa competir em jogos perigosos com os amigos para sobreviver. Nesse novo mundo, Arisu conhece Usagi, uma garota que até então joga sozinha. Juntos, eles desvendam mistérios, enfrentam desafios e descobrem o significado da vida.

A série é muito bem produzida e soube escolher seus momentos para deixar uma boa impressão. Os três protagonistas iniciais tem uma amizade de longa data e uma química muito boa e divertida. Arisu rouba a cena na adaptação que vale a pena acompanhar.

A série é cheia de reviravoltas e finais surpreendentes, em um certo momento sofre uma virada não tão boa assim, mas não darei spoiler.

“Alice in Borderland” é fiel a história e tem violência explicita, conta com oito episódios com cerca de 36 minutos cada. O final da temporada termina com um gancho original para despertar aquela curiosidade que o brasileiro não consegue controlar, e tudo isso para nos surpreender na segunda temporada.

Taví Moura é antenado no que acontece com os famosos e nas principais polêmicas. Ele revela os bastidores da fama, além das novidades do entretenimento.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *