quarta, 20 de janeiro de 2021

“Cama cheia de sangue”, revela Anitta sobre estupro

Cantora afirma que falou que não queria mais e mesmo assim não foi ouvida. Foto: Reprodução/Netflix

Anitta, no primeiro episódio da série “Anitta: Made in Hosório” da Netflix, revelou, aos prantos, que foi estuprada aos 14 anos por um homem que se relacionou, mas que também tinha medo.

“Ele era autoritário, falava de forma autoritária… eu estava com bastante medo quando ele estava estressado”.

Anitta

A cantora contou que na época, por medo dos estresses do autor do estupro, pediu para que eles fossem para um lugar mais reservado. Ela diz que o acusado topou, mas que, ao chegar no local sugerido, ela desistiu.

“Quando eu cheguei lá, eu realizei que não era certo eu fazer aquilo por medo, nem nada, e eu falei que eu não queria mais, mas ele não ouviu, ele não falou nada, só seguiu fazendo o que ele queria fazer. Quando ele acabou, ele saiu e foi abrir uma cerveja e eu fiquei olhando para cama toda suja de sangue. Faz muito pouco tempo que eu parei de achar que aquilo era culpa minha”.

Anitta

Após contar que foi vítima do crime, com voz embargada de choro, Anitta afirmou ter tido medo que as pessoas se questionassem como ela poderia ser tão sexual após ter sido vítima de um abuso.

“O que eu sei, é que eu peguei isso que eu vivi e transformei numa coisa pra me fazer sair por cima”, contou a cantora. Ela complementou ainda informando que o nome artístico Anitta “nasceu da vontade e necessidade de ser uma mulher forte, corajosa, que nunca ninguém ia poder machucar, fazer chorar, ninguém nunca ia poder magoar, uma mulher que sempre tivesse saída para tudo”.

O nome Anitta se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter na manhã desta quarta-feira (16). A assessoria da cantora esclareceu que não se pronunciará sobre o assunto.

“Tudo que diz respeito a esse assunto já foi dito na série”, declarou a assessoria em um post do Instagram.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *