terça, 19 de janeiro de 2021

Folias celebram Dia de Reis pelo Brasil

Festa é representação da visita dos Reis Magos ao Menino Jesus. Foto: Agência Brasil

É celebrado nesta quarta-feira (6), o Dia de Reis, data que tem como tradição a passagem de folias pelas ruas, reunindo grupos de cantadores e instrumentistas que entoam versos em homenagem aos três Reis Magos – Baltazar, Belchior e Gaspar.

Segundo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG), as folias são manifestações culturais-religiosas cujos grupos se estruturam a partir de sua devoção.

Além dos Reis Magos, são cultuados o Divino Espírito Santo, São Sebastião, São Benedito e Nossa Senhora da Conceição. Há quatro anos, as folias de Minas foram reconhecidas como patrimônio cultural imaterial do estado.

Alguns grupos contam com personagens – reis, palhaços e bastiões – que chegam a visitar as casas de devotos. Entre os instrumentos que conduzem os cantos, estão violas, violões, cavaquinhos, pandeiros, caixas e sanfonas.

O criador do Clube do Violeiro Caipira, Volmi Batista, afirma que uma manifestação como a folia de reis é uma “riqueza fabulosa”. O clube,que existe desde 1993, promove ações em torno da música e da viola caipira.

“A folia é cheia de encantos e magia. Eu costumo dizer que a folia de reis é uma manifestação das mais completas do calendário de festas tradicionais do Brasil porque agrega uma diversidade que vai desde a comida, passando pela indumentária e chegando até os cantos, os diversos cantorios, agrega várias danças de acordo com a sua região”, destaca violeiro e cantador de Planaltina, Distrito Federal.

Volmi explica que a folia de reis é a representação da viagem dos três reis magos até o local de nascimento de Jesus, guiados pela estrela guia. “É uma história muito bonita porque esses reis eram perseguidos e passaram por muitas dificuldades na sua trajetória, tiveram que se esconder. E, junto com isso, no Brasil, foram agregadas muitas tradições relacionadas à cultura popular.”

Segundo Volmi, as folias saem às ruas entre 24 de dezembro e 6 de janeiro, dependendo da região, e os grupos de foliões vão visitando casas de moradores da mesma forma que os três reis magos fizeram no nascimento de Jesus.

Durante a pandemia, algumas manifestações foram realizadas apenas nas ruas e em igrejas, com transmissões ou postagens na internet, com objetivo de evitar aglomerações.

Agência Brasil

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *